Candidato à presidência do Uruguai afronta instituições e democracia brasileira ao dizer que prisão de Lula é ilegal

O candidato de esquerda à presidência no Uruguai, Daniel Martínez, do partido Frente Ampla, em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo afirmou que a prisão do ex-presidente Lula é “ilegal”.

– Não posso deixar de dizer que Lula tirou milhões de brasileiros da pobreza e criou possibilidades para coletividades historicamente esquecidas, o que me causa uma grande admiração e uma profunda sintonia com Lula. (…) Nunca opino sobre as decisões da Justiça, mesmo que não goste delas. Muito menos em relação a outro país. Mas este caso é muito particular. Como ficou demonstrado pelos áudios, o juiz que o inculpou e sua equipe atuaram com intenção política para impedir que ele se candidatasse às eleições – disse Martínez.

Sobre o presidente da República, Jair Bolsonaro, Martínez afirmou que suas opiniões e simpatias não são relevantes.

– Nas relações internacionais, opiniões e simpatias pessoais não são o mais relevante. A eleição do presidente do Brasil é de exclusiva responsabilidade do povo brasileiro. No caso de ser eleito presidente do Uruguai, buscarei o melhor entendimento entre os dois governos para melhorar a qualidade de vida de uruguaios e brasileiros – declarou o candidato.

Ele disputará o segundo turno com o direitista Luis Lacalle Pou, do Partido Nacional. O segundo turno será no dia 23 de novembro.

Fonte: Pleno News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *