HRG realiza oficina de Humanização na Prematuridade

O Hospital de Referência de Gurupi realizou na terça-feira, 05, a Oficina de Humanização na Prematuridade, com roda de conversa com a equipe multiprofissional (enfermeiros, fonoaudiólogos, psicólogos, fisioterapeutas e médicos). O objetivo é melhorar a ambiência, da Unidade de Cuidados Intermediário Neonatal- UCIN possibilitando o bem estar para todos os envolvidos, prematuro, familiares e a equipe de saúde, dentro da temática do Novembro Roxo, mês em que se tem o Dia Mundial da Prematuridade (dia 17).

Segundo a pediatra Fernanda Oliveira Costa “a prematuridade é uma síndrome complexa ocasionada por múltiplos fatores e o processo que resulta no nascimento de um prematuro inicia-se na gestação com repercussão em toda a vida da criança, por isso, devemos enfatizar esse mês o Novembro Roxo, com orientações as famílias, capacitação dos profissionais e a conscientização de toda a população”.

Para a coordenadora da Unidade de Cuidados Intermediário Neonatal (UCIN), Leane Barros “prematuridade, pequenos guerreiros construindo grandes sonhos. O que mais nos encanta é que nem sempre saberemos quantas vidas transformamos, mas elas saberão, o quanto foram cuidadas no momento em que mais precisavam para sobreviver. O nosso maior cuidado é em ter a certeza que nós doamos da melhor maneira para esses pacientes tão especiais”.

A servidora Grace Kelly Lourenço se disse satisfeita com a capacitação. “Agradeço a todos os envolvidos, pela iniciativa de proporcionar esse momento tão importante, foi gratificante participar desta oficina, pois tive a oportunidade de aprofundar sobre os benefícios dessas práticas humanizadas que são indispensáveis para o cuidado”.

“Nesse primeiro momento tivemos a preparação dos profissionais e logo teremos o momento com os familiares, com dinâmicas que envolvam as mães que tiveram bebês prematuros no decorrer do ano e promovam a participação de todas as pessoas que lidam com estes bebês”, declarou a diretora geral do HRG, Cristiane Uchoa.

Fonte: Ascom SES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *