‘Quem for, vai por amor’, diz Bolsonaro sobre novo partido Aliança pelo Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse que os parlamentares que o acompanharem na mudança de partido o farão por amor, já que a Aliança pelo Brasil não deve levar recursos do fundo partidário do PSL, sua atual legenda.

O presidente Jair Bolsonaro disse que os parlamentares que o acompanharem na mudança de partido o farão por amor, já que a Aliança pelo Brasil não deve levar recursos do fundo partidário do PSL, sua atual legenda.PUBLICIDADE

– Não sei, vou começar um partido pobre, sem dinheiro, sem televisão, quem for para lá, vai por amor. É igual casamento, a gente casa por amor – disse ao chegar ao Palácio da Alvorada na noite desta quinta-feira (14).

Pouco depois, em transmissão ao vivo pelas redes sociais, o presidente disse que vai se desfiliar “com certeza” do PSL nos próximos dias.

Na terça (12), Bolsonaro anunciou a parlamentares de sua sigla que faria sua desfiliação e formalizou a criação do Aliança pelo Brasil, para abrigar sua família e aliados mais fieis.

– A única certeza é de que me desfilio do PSL nos próximos dias, agradeço todo o apoio e consideração que tive no partido. É uma separação amigável – disse.

Apesar da fala de apaziguamento, a crise do presidente com seu partido teve troca de ofensas, judicialização, grampos e guerra de listas para escolha do líder na Câmara.

A dimensão pública sobre o descontentamento de Bolsonaro com o PSL se deu no início de outubro, quando ele disse a um apoiador que o atual presidente da legenda, o deputado federal Luciano Bivar (PE) estava “queimado para caramba”.

Na live, o presidente não mencionou o nome de Bivar.

– Boa sorte ai ao presidente do partido, boa sorte aos que apoiaram o presidente do partido bem como o antigo líder [deputado Delegado Waldir (PSL-GO), que chamou Bolsonaro de vagabundo]. Vão ser feliz todo mundo, cada um segue o seu destino. Como separação, infelizmente acontece – afirmou.

A bancada do PSL na Câmara conta com 53 congressistas, a segunda maior da Casa. No Senado tem 3 dos 81 senadores.

Por enquanto, apenas o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), um dos filhos do presidente, formalizou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que deixará o partido.

Os deputados devem aguardar a criação da Aliança Pelo Brasil para sair do PSL, evitando a perda do mandato por infidelidade partidária.

Hoje, a legislação permite determinadas situações de justa causa para desfiliação partidária -em que o deputado ou vereador pode mudar de partido sem perder o mandato.

Alguns exemplos: fusão ou incorporação do partido; mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; grave discriminação política pessoal; e, no último ano de mandato, sair para disputar eleição.

Sob a batuta do agora ex-ministro do TSE, Bolsonaro chegou a dar início a uma ofensiva jurídica pelo controle do PSL e de seu fundo partidário -que até o fim de 2019 pode chegar a R$ 110 milhões.

No dia 30 de outubro, ele acionou a PGR (Procuradoria-Geral da República) pedindo o bloqueio dos recursos e que o presidente da sigla, deputado Luciano Bivar (PE), seja afastado do cargo.

Fonte: Pleno News

14 thoughts on “‘Quem for, vai por amor’, diz Bolsonaro sobre novo partido Aliança pelo Brasil

  1. Gostei da idéia desse novo Partido Aliança pelo Brasil a qual poderá ser GIGANTE o maior partido do Brasil, com a abertura aos outros políticos éticos, que tenham moral, e de ficha limpa, partidos que pretendem se filiarem ao novo, e seguir para um novo BRASIL, em pró da população brasileira. Para isso, deverão fazerem às normas ATA de transparência e ética.

  2. Eu prezo muito o Presidente Jair Messias Bolsonaro, mas ele precisa de um bom assessor. O Presidente precisa atrair investidores estrangeiros, mas tem de mudar algumas coisas. Por exemplo, quem investir em um que tem STF corrupto; um enorme grupo de Parlamentares e Senadores. Primeiro acabar com tudo isso acima, depois segurar um pouco a fala Presidencial. O investidor precisa ter confiança no país que vai investir, caso contrário vamos ficar patinando.

  3. Querido Presidente Bolsonaro.
    Peça para organizarem um cadastro com o número do chassi do carros presos em todas as PRF e Pm do Brasil.
    Um carro roubado, apreendido por uma PRF longe da cidade do proprietario, jamais será encontrado.
    Vi vídeo descarregando motos apreendidas. São jogadas uma por sobre a outra como se fossem lixo.
    Era parte da política do PT. Quanto pior, melhor.
    Que Deus o continue iluminando, dirigindo e protegendo.
    Forte abraço!
    Brasil acima de todos!
    Deus acima de tudo!!

    1. Excelente ideia, algo centralizado similar ao banco de DNA. Quem teve carro roubado consultará o banco de dados nacional de veículos achados e ou apreendidos pela polícia e saberá onde ele está.

  4. A minha total admiração ao nosso presidente, cada dia que passa eu o admiro mais!! Pela sua coragem honestidade e determinação em prol de um novo Brasil.

  5. J.A.I.R //B.O.L.S.O.N.A.R.O::::::::::::::::;;;;;;;:::::: J amais/ A lguém/I mportante /R ealizou: /////um projeto de de governo com:::::::::::::::B ondade /O rganização/
    L iberdade/ S abedoria /O rientação/ N atualidade/A titude /R ealidade/
    O peracionalidade.

  6. Gostaria de me filiar ao partido do Presidente Jair Bolsonaro, tenho a honra de tê-lo como Presidente!!

  7. Porque quando se clica no campo: Publicar comentário, diz que o que foi escrito, foi repetido, mesmo não sendo repetido!!
    O que acontece ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *