No Twitter, Amastha dá “pitaco” sobre eleição suplementar de Lajeado

Poucos holofotes estão voltados para a eleição suplementar da cidade de Lajeado, que ocorrerá no dia 1 de dezembro, em virtude da cassação do ex prefeito Tércio Melquíades e do vice Gilberto Borges  por crime eleitoral.

Nessa segunda-feira(18) quem deu as caras na internet para apoiar o candidato Júnior Bandeira (PSB), autor da ação que resultou na cassação, foi Carlos Amastha, ex prefeito de Palmas, que embora não tenha mandato,é figura assídua no cenário político do estado.

O envolvimento do ex prefeito no pleito também acena para o interesse em formar grupos que o respaldem no cenário municipalista e fortaleçam seu nome paras as próximas eleições ao governo estadual.

A corrida pela comando da cidade, agora tem chapa única. O prefeito cassado era concorrente de Bandeira, mas anunciou desistência nessa reta final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *