Prisão após segunda instância já tem maioria no Congresso

O Congresso Nacional se prepara para votar o retorno da prisão após segunda instância. Na semana passada, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou uma PEC sobre o assunto.

De acordo com sondagens do jornal Estadão, o Congresso já possui a maioria necessária para que a pauta passe, pelo menos parcialmente.

Entre senadores e deputados federais são 341 favoráveis. A votação, porém, deve ficar para o ano que vem.

Com aval do presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o Senado deu início nesta quinta-feira (21) a uma manobra para retardar para 2020 a votação de medidas para autorizar a prisão após condenação em segunda instância.

Fonte: Pleno News