Hacker Vermelho forjou conversas vazadas, afirma PF

A Polícia Federal afirmou que parte das mensagens supostamente hackeadas por Walter Delgatti eram falsas. A perícia foi feita nas conversas que o hacker Vermelho teria enviado à deputada Manuela D’Ávila.

De acordo com as autoridades, Delgatti “sequestrou” contas inativas do Telegram de algumas das pessoas hackeadas e forjou diálogos entre os perfis. Após isso, apresentou as conversas como verdadeiras.

A PF afirmou que isto aconteceu, por exemplo, nas conversas do grupo de Telegram de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O grupo, no entanto, nunca existiu. O mesmo foi feito em conversas entre os irmãos Carlos e Eduardo Bolsonaro.

As revelações de Walter Delgatti à Polícia Federal fazem parte de um acordo de delação premiada.

Fonte: Pleno News