Depoimento de ex-ministro de Bolsonaro na CMPI das fake news frustra petistas

Parlamentares petistas que fazem parte da CMPI das Fake News ficaram frustrados com o depoimento do general Santos Cruz, ex-Ministro Chefe da Secretaria de Governo de Bolsonaro, na CPMI das Fake News nesta terça (26).

Humberto Costa e Rui Falcão deixaram claro que esperavam alguma revelação bombástica que desse força à narrativa petista de que o governo fomenta a disseminação de notícias falsas nas dependências do Palácio do Planalto. Esqueceram de combinar isso com o depoente.

Todas as tentativas de emplacar narrativas, muitas vezes baseadas em notícias falsas deram errado com as respostas simples, rápidas e sinceras do general.

Questionado pelo senador Humberto Costa sobre a negativa do general a uma proposta de “financiar, na TV Brasil, um programa do filósofo (Olavo de Carvalho) em valores muito acima do mercado”, Santos Cruz deu uma resposta que deixou o senador petista sem norte: “Jamais houve proposta de fazer programa de Olavo de Carvalho na TV brasil. Isso nunca houve”, declarou.

Sobre Olavo de carvalho, o ex-ministro disse de maneira contundente que “não é porque eu não tenha nenhuma admiração por essa pessoa que eu vou falar aqui uma coisa dessas. Não tem cabimento. Nunca houve esse tipo de proposta, pontuou Santos Cruz.