40 pessoas morrem e 213 ficam feridas no funeral do general-terrorista iraniano morto por forças americanas

Pelo menos 40 pessoas foram mortas e 213 ficaram feridas durante o funeral do general iraniano Qassem Soleimani em Teerã, depois de uma confusão.

Segundo autoridades iranianas, a tragédia foi causada pela grande aglomeração de pessoas para acompanhar a cerimônia nesta segunda-feira (6). O corpo do general está seguindo até a sua cidade natal, Kerman, onde ele será enterrado. Mas, por causa da multidão, o enterro foi adiado.

Soleimani foi morto em uma ação dos Estados Unidos na última sexta-feira (3), perto do aeroporto de Bagdá, no Iraque. Ele era considerado articulador de várias ações terroristas que deixaram centenas de mortos nos últimos anos e também idealizador da invasão da embaixada americana em Bagdá, no Iraque, em 31 de dezembro de 2019.