Terror nos ares? Avião ucraniano cai após decolar de aeroporto no Irã

Um Boeing-737 de uma empresa aérea ucraniana caiu hoje nas proximidades do aeroporto de Teerã, no Irã na manhã de hoje (8). 168 passageiros e nove tripulantes estavam a bordo. Não há sobreviventes.

A queda ocorreu logo após a decolagem, às 6h12 (horário local), do aeroporto internacional Imam Khomeini, conforme informou a Fars, agência estatal de notícias.

“De acordo com as informações preliminares, o avião caiu como resultado de uma falha no motor por razões técnicas. Neste momento, a versão de um ataque terrorista está descartada”, informou a embaixada ucraniana em nota oficial.

Embora ainda não se tenha nenhum relatório preliminar de investigação que permita fazer tal declaração, a falta de passageiros de origem americana na lista de passageiros corrobora para esta versão. Entre as vítimas, estão 82 iranianos, 63 canadenses, 11 ucranianos, incluindo toda a tripulação, 10 suecos, quatro afegãos, três britânicos e três alemães.

Autoridades iranianas informaram que encontraram os gravadores da aeronave, mas que não os entregarão à Boeing, empresa americana fabricante da aeronave, possivelmente em função da escalada de tensão entre Estados Unidos e Irã.

“Minhas sinceras condolências aos parentes e amigos de todos os passageiros e tripulantes”, acrescentou em comunicado Volodymyr Zelensky, que estava em viagem a Omã.

Mapa mostra local do acidente