Governo conclui turmas do projeto Jeito de Mulher em Paraíso e Porto Nacional

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), qualifica 21 mulheres em curso do projeto Jeito de Mulher. As duas turmas de Produção de Derivados de Leite, que iniciaram no dia 3 deste mês, encerram as atividades nesta sexta-feira, 14, em Paraíso do Tocantins e Porto Nacional.

De acordo com a gerente de Qualificação, Capacitação e Gestão das Unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine) no Tocantins, Meire Bezerra, os cursos do projeto abrem, para as mulheres, novas possibilidades de acesso ao mercado de trabalho. “Este projeto busca qualificar as mulheres em áreas tradicionalmente masculinas e, por meio desse empoderamento, possibilitar que elas consigam boas colocações no mercado de trabalho”, ressaltou.

Paraíso e Porto Nacional

Nas duas semanas do curso, as alunas aprenderam na prática sobre a produção de doces pastosos e de corte, queijo frescal, ricota, mussarelas, requeijões cremosos e de barra, iogurtes gelados e gourmet, cremosinho, entre outros.

A instrutora do curso em Paraíso do Tocantins, a engenheira de alimentos Auricélia Mendonça Cabral, disse que as alunas aprenderam a produzir com os derivados do leite e que estavam bastante entusiasmadas. “As alunas descobriram as muitas possibilidades de trabalhar com o leite, e também apresentei a elas os processos de trabalho em laticínios, o que pode favorecer a busca de emprego nessa área”.

O curso orienta ainda sobre a higiene pessoal e do local de trabalho, a importância do leite e seus valores nutricionais e também seus derivados, além de cálculos para que se tenha conhecimento do valor do lucro de cada receita.

Instrutora em Porto Nacional, a também engenheira de alimentos Patrícia de Oliveira Ribeiro, disse que além da produção dos derivados de leite as alunas aprendem a calcular os custos, o que possibilita vender nas feiras e nas escolas e ganhar algum dinheiro a mais. A aluna Pâmela Juliana Pereira, de 19 anos, afirmou que aprendeu tudo que foi ensinado e agora deseja trabalhar por conta própria.

Matrículas abertas

Outras qualificações ainda estão com matrículas abertas com 15 vagas mais cadastro de reserva para cada turma.

Araguatins – Produção de Derivados do Leite (80 horas);

Gurupi – Mecânica de Manutenção de Motocicleta (160 horas);

Guaraí – Produção de Derivados de Leite (80 horas);

Porto Nacional – Mecânica de Manutenção de Motocicleta (160 horas).

O público-alvo do projeto é composto por mulheres preferencialmente de baixa renda, na condição de desemprego ou subemprego, e aquelas que almejam a inserção no mercado de trabalho para atuar em áreas consideradas tradicionalmente masculinas.

Além de participarem dos cursos gratuitamente, as alunas são contempladas com todo o material didático das aulas teóricas, os materiais e os equipamentos de segurança necessários para as disciplinas práticas, além de alimentação e vale-transporte.

Jeito de Mulher

Jeito de Mulher é um projeto de geração de emprego e renda executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) e do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

O projeto já beneficiou 210 mulheres tocantinenses com qualificação profissional em áreas tradicionalmente masculinas e qualificará, nessa segunda etapa, mais 225 mulheres.

Fonte: SECOM/TO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *