Moro destaca integração como fator para redução da criminalidade

A atuação integrada entre as forças de segurança pública foi um dos fatores que contribuiu para a redução da criminalidade violenta, em todo o país, em 2019. A avaliação foi feita pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, em palestra durante Seminário de Integração de Gestão em Segurança Pública, em Belo Horizonte (MG), nesta terça-feira (18).

“Há uma certa percepção de que talvez a criminalidade organizada esteja entendendo que as regras do jogo mudaram, não só o governo Federal, mas os governos estaduais vão ter uma atuação mais rigorosa“, afirmou.

O evento teve a participação do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, parlamentares e autoridades mineiras.

Moro parabenizou o governo mineiro pelo trabalho que resultou na queda da criminalidade no Estado. Segundo o ministro, a redução gera “novos desafios para manter e aprofundar a queda” dos índices de criminalidade.

Ao detalhar as ações do Ministério da Justiça e Segurança Pública, o ministro destacou o compromisso com o combate ao crime organizado, à corrupção e à criminalidade violenta.

Moro citou projetos como o ‘Em Frente, Brasil’; a criação do Centro Integrado de Operações de Fronteira (Ciof); a aprovação da Lei Anticrime e também o isolamento das lideranças criminosas no Sistema Penitenciário Federal.

“É um regime rigoroso, rígido, mas tem que ser entendido como de fato o fim da linha. O preso que chegou até a penitenciária federal tem uma situação peculiar cujo objetivo é a neutralização da sua atividade [criminosa] e não a reabilitação”, afirmou.

Fonte: Ministério da Justiça e Segurança Pública