Cloroquina: uma solução para o coronavirus que a imprensa brasileira insiste em esconder

Em uma entrevista coletiva na tarde de sexta-feira (27), o secretário executivo do Ministério da Saúde, Dr. João Gabbardo dos Reis, desmentiu uma série de fake-news divulgadas por políticos e veículos sobre a estratégia do Governo Federal de incentivar o uso de medicamentos à base de hidroxicloroquina para tratamento de doentes graves com covid19.

Diferente do que estão pregando na mídia em matérias que só visam espalhar o pânico à população, o uso da substância foi uma decisão técnica de uma equipe altamente capacitada e experiente. Não foi uma imposição do presidente Jair Bolsonaro.

“Ministério da Saúde elaborou uma nota técnica apresentada pelo nosso Secretário de Ciência e Tecnologia [há] dois dias atrás e mostrou que, mesmo com evidências científicas ainda não muito consolidadas, havia e existia a possibilidade de termos êxito com este tratamento. E foi por parte da Secretaria de Ciência e Tecnologia aprovado protocolo para utilização em pacientes graves. E isso está sendo feito”, disse o Dr. Gabbardo.

“Então não foi por recomendação de “a”, nem de “b”, e nem foi por imposição da Organização Mundial da Saúde. Foi uma avaliação técnica que o Ministério da Saúde fez, com levantamento de todas as referências bibliográficas sobre o assunto e encontrou respaldo para utilização”, complementou.

O protocolo do Ministério da Saúde prevê 5 dias de tratamento com o medicamento e tem alcançado bons resultados, o que teria motivado o envio aos estados de 3,7 milhões de unidades do remédio, que só vai ser usado em pacientes graves que estiverem internados.

O medicamento é largamente utilizado na Região Amazônica para tratamento da malária. São utilizadas aproximadamente 157.000 unidades do medicamento por ano.

Na entrevista, foi esclarecido que o medicamento não pode ser usado como uma medida de quimioprofilaxia, ou seja, não pode ser usado para prevenir o contágio pelo vírus. A decisão de uso cabe a cada médico diante do quadro clínico de cada paciente.

A grande imprensa tem ignorado a descoberta desta possível solução. Insiste que a população deve permanecer em isolamento domiciliar absoluto, mesmo sem a comprovação científica de que esta medida é eficiente. Vários países que adotaram a estratégia do confinamento estão vendo os números de casos de Covid19 explodirem.

7 thoughts on “Cloroquina: uma solução para o coronavirus que a imprensa brasileira insiste em esconder

  1. Bolsonaro tem toda razão ,0 nosso país não pode parar ,a vida tem de retornar ao normal . Todos temos de voltar a trabalhar e seguir a vida.devenos nos cuidar e ter higiene.
    Mais se continuar assim vai ser muito mais provável morrer e esfaqueado ou com tiro ou espancado pelo próximo e não é bandido não ,qualquer um mata por comida só não o faz quem o tem ,tenta ficar sem comida p ver se vc não vai tentar tirar de quem tem .sejamos francos

  2. eu concordo plenamente. acho que a mídia Esta tentando afundar o país pra prejudicar o governo de Bolsonario. mas Deus é maior. Feliz a nação cujo Deus é o Senhor

  3. Editores do Portal Novo Norte,
    Publiquei esta matéria ( Cloroquina: uma solução para o coronavirus que a imprensa brasileira insiste em esconder) no Facebook e a minha postagem foi carimbada como Fake News e indisponibilizada, sob a alegação de que parte do conteúdo é falso.
    Sou muito cuidadosa com isso e, como não identifiquei qual parte da matéria teria essa característica, peço aos senhores que me enviem as evidências dos fatos, para que eu decida por excluir ou não a postagem. Aguardo, obrigada. Atenciosamente, Maria Candida.

  4. Podíamos até assar todos os porcos vermelhos para matar nossas fomes se continuar o comércio fechado, mas a intoxicação será pior. Só em falar desses vermelhos, bandidos petistas já da vômito, imagine em nossos cardápios???
    Bora Brasil, vamos trabalhar, buscar a realidade, pois não somos políticos vagabundos para ficar parados mamando e com todos os previlégio.

  5. Nosso abençoado presidente BOLSONARO TEM RAZÃO ,O NOSSO BRASIL , JÁ NÃO TINHA EMPREGO PRA TODOS BRASILEIROS ANTES , IMAGINEM AGORA ,SE A GRANDE MAIORIA VIVIAM DE TRABALHO INFORMAL.

Comments are closed.