Israelenses testam vacina a partir do plasma de pacientes curados do Covid19

O primeiro paciente curado do coronavírus em Israel doou plasma para o desenvolvimento de uma “vacina passiva”, que vai tratar israelenses gravemente acometidos do COVID-19.

Segundo os pesquisadores israelenses, pacientes que se se recuperaram da doença desenvolveram anticorpos especiais no sangue, o que poderia, portanto, ajudar pacientes doentes a lidar com a doença.

No início desta semana, o Journal of American Medical Association, uma das mais respeitadas publicações médicas do mundo,  publicou um artigo sobre o uso de plasma no tratamento de cinco pacientes com COVID-19 na China, afirmando que “ajudou muito na recuperação”.

Na primeira fase, o plasma será congelado e entregue aos hospitais em todo o país para que os pacientes sejam tratados por transfusão. Na segunda fase, o objetivo é coletar plasma suficiente para preparar o anticorpo (imunoglobulina) concentrado com o qual será desenvolvida uma vacina passiva.

Uma vacina passiva é obtida a partir de uma versão morta ou enfraquecida de um vírus, que quando injetada induz o sistema imunológico a desenvolver anticorpos para proteger o corpo.

Com informações do The Jerusalem Post

1 thought on “Israelenses testam vacina a partir do plasma de pacientes curados do Covid19

Comments are closed.