Blogs: experiências que inspiram a busca por destinos

Este sábado (31) marca a comemoração do Dia Internacional do Blog, ferramentas online que reúnem imagens e relatos pessoais sobre os mais variados assuntos, incluindo, é claro, o turismo! Informações a respeito de viagens, recheadas de experiências únicas em destinos ao redor do mundo, incluindo os brasileiros, servem de fonte de informação para aqueles que buscam dicas antes de visitar os variados atrativos do país.

Um destes perfis é o da carioca Lu Guimarães, do blog Te Vejo Pelo Mundo. A autora, que também é gestora de projetos e aborda principalmente o Brasil em seus posts, ressalta que, mais do que conhecer pontos turísticos, o leitor procura fontes de inspiração e orientações contra problemas. “Hoje, as pessoas querem não só ter a dica do destino, e sim saber sua opinião, se vale a pena, quais foram as ‘roubadas’ que eu tive”, conta.

Lu, que a convite do Ministério do Turismo acompanha etapas no Piauí e no Ceará da expedição turística do Sertões 2019, maior rally das Américas, acrescenta que seus relatos também evidenciam a imensa disponibilidade de opções no país. “Quando eu falei de uma viagem a Macaé, no Rio, várias pessoas só conheciam a cidade pelo petróleo. E quando postei no stories, pessoas falavam: ‘nossa, tem cachoeira em Macaé!’”, comenta.

Os blogs estimulam ainda a tomada de decisão quanto à definição de roteiros. O baiano Maurício Oliveira, analista de sistemas criador do perfil Trilhas e Aventuras, destaca que o acompanhamento de relatos pelo leitor estimula a busca por destinos. “Muitas vezes a gente fala de um lugar que as pessoas querem ir. Como viajar é falar de sonhos, a gente vai realizando o sonho das pessoas, nem que seja nós mesmos indo antes”, aponta.

Radicado no Rio de Janeiro, Oliveira, outro integrante da equipe de influenciadores digitais que, organizados pelo MTur, percorrem trechos do Sertões 2019, enfatiza que a divulgação de experiências ajuda a convencer quanto às possibilidades de viagem no Brasil. “Viajo cada vez mais pelo Brasil, que é um prato cheio para qualquer turista. Não é a toa que os ‘gringos’ vêm, se apaixonam e querem conhecer mais”, observa.

Outro poder das ferramentas do tipo é servir de exemplo para os seus seguidores. A assessora jurídica e blogueira Lívia Lopes, que compartilha viagens pelo Instagram, explica o motivo: “grande parte dos viajantes procura informações primeiro em blogs, no Instagram e no YouTube. Porque os autores passam a experiência, o leitor se sente viajando e tem aquela vontade de passar pelas mesmas experiências”.

Lívia, que em fevereiro deste ano participou de uma transmissão ao vivo sobre atrativos de parques nacionais promovida pelo MTur no Facebook, afirma que a cobertura de destinos brasileiros é uma das maiores demandas de seus seguidores. “Tem muita procura por informações sobre o Brasil. Inclusive, quando eu viajo para fora do país, eu vejo o pessoal perguntando se eu não vou mais viajar pelo Brasil…”, relata.

O Ministério do Turismo mantém perfis nas redes sociais, a fim de informar internautas sobre os diversos atrativos nacionais e as ações adotadas no âmbito do governo federal a fim de estruturar e incentivar a busca por destinos. Os materiais produzidos pelo órgão podem ser conferidos no Facebook, no Twitter, no Instagram, no YouTube e no Linkedin, que, juntos, somam mais de 1,5 milhão de seguidores. Acompanhe!

SOBRE A DATA

O Dia Internacional do Blog é celebrado em 31/08 porque os números da data lembram a palavra ‘blog’. Após descobrirem a relação visual com o termo, blogueiros decidiram aproveitar a ocasião para divulgar outros perfis que consideram interessantes, de forma a aumentar o alcance desta grande rede de informações. Durante o dia, autores de todo o mundo devem publicar uma mensagem aos seus leitores, incentivando a busca por outros perfis.

Fonte: Agência de Notícias do Turismo