Ao defender diálogo, Vanda Monteiro diz que “empresário de Palmas não pode ser penalizado”

Durante a sessão desta terça-feira, 26, a deputada estadual Vanda Monteiro (PSL) usou a palavra para defender o diálogo entre prefeitos e a classe empresarial. De acordo com a parlamentar, os reflexos negativos da pandemia do novo Coronavírus no Tocantins atingem diretamente a saúde do tocantinense, mas também a geração do emprego e renda.

“O comércio foi fechado. O empresário e o trabalhador perderam a renda e as famílias estão com sérias dificuldades. A fome bateu na porta, os boletos se acumulam e cestas básicas não são mais capazes de amenizar toda essa crise.”

Ao falar sobre Palmas, Vanda Monteiro relatou o sofrimento da classe empresarial que amarga o cumprimento de um decreto e a falta de abertura para debater a questão. “Não é a deputada que fala. Eu sou a voz do povo e deles escutei que tentam por 20 vezes um diálogo com a prefeitura e que assim como o comércio, encontraram portas fechadas.”

Ao encerrar a fala, Vanda Monteiro reivindicou que prefeitos e também o Governo do Estado abram espaço para ouvir as demandas da classe empresarial e assim apresentarem medidas para amenizar os efeitos da crise econômica. “Estou à disposição para juntos encontrarmos uma solução”. 

Na sessão desta terça, Vanda Monteiro apresentará requerimento que solicita ao Governo Estadual a criação de um protocolo de isolamento social seletivo e orientação para reabertura gradativa do comércio. 

Fonte: Assembléia Legislativa do Tocantins