Ministro do Turismo visita Cinemateca Brasileira e assume compromisso com a instituição

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, acompanhado do secretário Especial da Cultura, Mário Frias, visitou, nesta terça-feira (22.06), as instalações da Cinemateca Brasileira, em São Paulo (SP). Durante a passagem, Álvaro Antônio se reuniu com membros da Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto (Acerp), responsável pela gestão da instituição cinematográfica. O objetivo da agenda foi discutir possibilidades para a solução dos impasses do local, que possui o maior acervo audiovisual da América do Sul. 

No encontro, o ministro destacou a intenção da Pasta na manutenção da instituição. “Vir pra cá demonstra a nossa intenção de  restabelecer a Cinemateca e dar vida nova à instituição. Podem ter certeza que, junto com o novo secretário de Cultura, estamos fazendo de tudo para resgatar e resolver o impasse dessa instituição que é tão importante para o Brasil e para o mundo”, destacou.

Criada há 80 anos com o intuito de estudar o cinema como arte independente por meio de projeções, conferências, debates e publicações, a Cinemateca Brasileira se tornou uma das maiores instituições audiovisuais do mundo. Atualmente, ela é responsável pela manutenção e preservação de cerca de 250 mil rolos em seu acervo, o que corresponde a aproximadamente 40 mil filmes, e 1 milhão de itens relacionados ao cinema. Além disso, o espaço é palco de importantes festivais para o fomento do audiovisual. 

Sem contrato com a Acerp desde o fim do ano passado, o Ministério do Turismo e a Secretaria Especial da Cultura estão buscando uma solução para a manutenção e preservação da Cinemateca Brasileira. O secretário Especial da Cultura, Mário Frias, reforçou a importância de se ter uma solução, observando os princípios legais. “Minha preocupação é manter a cinemateca. Queremos a solução, tudo dentro da legalidade”, disse.

Fonte: Ministério do Turismo