A pedido de Issam, Instituto Humanitário Anita Luiza é declarado de utilidade pública

O Instituto Social Reciclar – Instituto Humanitário Anita Luiza, de Araguaína, foi declarado de Utilidade Pública na Lei nº3.686 de 25 de junho de 2020, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) na última terça-feira, 30. A proposta partiu do deputado estadual Issam Saado (PV) em projeto de lei apresentado em seu primeiro ano de mandato na Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto).

“É uma alegria muito grande para mim poder ajudar uma iniciativa com trabalho tão belo quanto este Instituto. Quando ele me foi apresentado, eu não tive dúvida de que abraçaria a causa. Eles merecem essa conquista que vai possibilitar o crescimento de seu trabalho, vão poder fazer parcerias com o Governo, angariar recursos e ampliar o atendimento”, comemorou o deputado Issam Saado.

A presidente e proprietária do Instituto, professora Rosemary Sobrinho, reforça que “enxerga no reconhecimento como utilidade pública estadual a oportunidade de poder estabelecer novas parcerias, como meio de conseguir verbas para implementação de projetos, e a possibilidade de emendas parlamentares, para que possa dar continuidade as ações que já são realizadas em prol da comunidade com mais qualidade e maior abrangência no atendimento”.

O Instituto

Criado em 2007, o Instituto Humanitário Anita Luiza atua em ações sociais na área da saúde e educação, promovendo aos assistidos em todas as dimensões bem estar social, inserção no mercado de trabalho e melhores oportunidades, possibilitando-lhes condições dignas de vida. As atividades são voltadas para a execução e implantação de programas educacionais, sociais, culturais, saúde, capacitação profissional, geração de emprego e renda, em benefício das pessoas carentes e menos favorecidas. Atende prioritariamente mulheres, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social, negros e pessoas idosas.

Fonte: Assessoria de Imprensa