Instituto Vital Brazil anuncia soro contra a Covid-19 produzido a partir do plasma de cavalos

Nesta quinta-feira, 13 de agosto, em sessão científica na Academia Nacional de Medicina, o médico Adilson Stolet, presidente do Instituto Vital Brazil, e Jerson Lima Silva, pesquisador da Universidade Federal do Rio de janeiro (UFRJ) e presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ), anunciaram o depósito de uma patente e a submissão de uma publicação oriundos dos excelentes resultados das pesquisas com soros produzidos por cavalos para o tratamento da Covid-19.

Depois de 70 dias, os plasmas de quatro dos cinco cavalos do Instituto Vital Brazil, no Rio de Janeiro, inoculados em maio de 2020 com a proteína S recombinante do coronavírus, produzida na Coppe/UFRJ, apresentaram anticorpos neutralizantes 20 a 50 vezes mais potentes contra o novo vírus do que os plasmas de pessoas que tiveram a doença. Foi criado, então, o soro anti-SARS-CoV-2, produzido a partir de equinos imunizados com a glicoproteína recombinante da espícula do vírus.

“O experimento com o plasma dos cavalos permite que o tratamento seja produzido em grande escala. Os animais não sofrem com o processo de retirada de plasma e, conseguimos, assim, uma grande quantidade de medicamento disponível”, explica Stolet, presidente do Instituto.

O pedido de patente refere-se ao processo de produção do soro anti-SARS-CoV-2, a partir da glicoproteína da espícula (spike) com todos os domínios, preparação do antígeno, hiperimunização dos equinos, produção do plasma hiperimune, produção do concentrado de anticorpos específicos e do produto finalizado, após a sua purificação por filtração esterilizante e clarificação, envase e formulação final. O trabalho envolve parceria do Instituto Vital Brazil, UFRJ e Fiocruz, e está sendo depositado no MedRxiv, um repositório de resultados preprint (pré-publicados).

“Há 103 anos, em 12 de agosto de 1917, Vital Brazil doava a patente de seus soros anti-peçonhentos ao Governo de São Paulo. E, há 119 anos, em 14 de agosto de 1901, ele entregava os primeiros lotes de soro para a população. É uma incrível coincidência nosso pedido de patente acontecer em um dia tão próximo a outras duas datas tão significativas para a saúde pública e para a nossa instituição”, celebra Adilson Stolet.

A pandemia por Covid-19 resultou, até agosto de 2020, em mais de 700 mil mortes e mais de 20 milhões de casos confirmados. No Brasil, a triste marca de 100 mil óbitos e três milhões de infectados foi atingida esta semana. Enquanto não há vacinas aprovadas e, mesmo posteriormente, em virtude da dificuldade em atender à grande demanda de vacinação em todo o mundo, o uso potencial da imunização passiva por terapia com soro deve ser considerado com uma opção.

A soroterapia é um tratamento bem-sucedido, usado, há décadas, contra doenças como raiva, tétano e picadas de abelhas, cobras e outros animais peçonhentos como aranha e escorpiões. Os soros produzidos pelo Instituto Vital Brazil têm excelentes resultados de uso clínico, sem histórico de hipersensibilidade ou quaisquer outras eventuais reações adversas. Os estudos clínicos ocorrerão em parceria com o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR).

Participaram do estudo um grupo grande de cientistas, incluindo Adilson Stolet, Luís Eduardo Ribeiro da Cunha e Marcelo Strauch (Instituto Vital Brazil); Leda Castilho e Renata Alvim (Coppe/UFRJ); Amilcar Tanuri, Andrea Cheble Oliveira, Andre Gomes, Victor Pereira e Carlos Dumard (UFRJ); Thiago Moreno Lopes (Fiocruz) e Herbert Guedes (UFRJ/Fiocruz).

A pesquisa contou com apoio financeiro da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro (Faperj), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Sobre o Instituto

O Instituto Vital Brazil completou 100 anos em junho de 2019. É uma empresa de ciência e tecnologia do Governo do Estado do Rio de Janeiro ligado à Secretaria de Estado de Saúde. É um dos 21 laboratórios oficiais brasileiros e um dos quatro fornecedores de soros contra o veneno de animais peçonhentos para o Ministério da Saúde.

Fonte: Instituto Vital Brasil/RJ

22 thoughts on “Instituto Vital Brazil anuncia soro contra a Covid-19 produzido a partir do plasma de cavalos

  1. Parabéns aos institutos Fiocruz, Vital Brazil, UFRJ e FAPERJ e todas as equipes que trabalharam nessa pesquisa tão importante não só para os brasileiros como também para o resto do mundo .
    Só não gostaria que os animais passem por algum tipo de sofrimento.

  2. Existe aí uma inverdade! 200 mil mortes por Covid. É só entrar no site de cartórios e registros publicos que não é bem assim!!

  3. Queria parabenizar esses guerreiros cientistas brasileiros, pois estão no fio da navalha, sem recursos, mas fazendo das tripas , coração, vão indo, mostrando para o mundo que no Brasil não tem só corrupção, tem pessoas que vestem a camisa do progresso, e mostram que temos capacidade de enfrentarmos as adversidades a que são impostas.

  4. Quando se tem um objetivo racional no propósito de buscar uma cura, mesmo que não se concretize de imediato devido ser uma pesquisa, temos que respeitar e valorizar.
    Quando finaliza o projeto e deu tudo certo, toda Nação agradece.
    PARABES, Doutores pesquisadores e Senhores investidor.

  5. Quando os brasileiros vão poder usar este soro? Chega de mortes. Pelo amor de Deus!

  6. Vânia, acho que não é momento de tecermos comentários negativos, Se são 100 ou menos e o que menos importa, deixemos isso para a PF correr atrás, parabéns aos pesquisadores e que realmente resulte em algo positivo

  7. Que Deus ilumine esses pesquisadores para que tudo continue dando certo, nós Brasileiros agradecemos.

  8. Essa é a importância de se investir cada vez na ciência e por tanto, cortar o orçamento das Universidades é o mesmo que acabar com o desenvolvimento da ciência de um país.

  9. Parabéns aos reais batalhadores e abnegados médicos, cientistas, voluntários brasileiros preocupados de fato com a vida.

  10. Parabéns trabalham sem parar.Sao anjos usados por Deus para -nos salvar Qdo podemos receber?Gratidão

  11. Deus proteja todos! Que logo podemos nos livrar desse vírus! Parabéns!!!

  12. Essa Vânia continua sem saber digitar, e muito menos, sem entender!!! O cientista falou, exatamente esse número de mortos que ela quis corrigir. Ou seja, ele disse: “mais de 100 mil mortes”!!

  13. Fica aqui os meus agradecimentos a essa equipe de heróis que faz do nada acontecer, sem recursos, mais assim mesmo realizaram um belíssimo trabalho de pesquisa , o mundo agradece esses verdadeiros heróis.

  14. O Brasil mostrando mais uma vez sua capacidade. Este é o país do futuro!

  15. Parabéns a todos que trabalham para salvar vidas, com seriedade e dedicação, usando os métodos científicos.. continuem neste caminho.
    Deixem os corruptos mesquinhos para a polícia investigar. Cada um colherá o que semear.
    Coragem e força…

  16. Momento de grande regojizo com esses verdadeiros heróis nacionais que trabalham embsilencio em favor do bem comum. PARABENS!

  17. Parabéns pesquisadores brasileiros! Cidadãos que colocam o conhecimento a serviço da população . Pesquisar é doação, paixão e busca de solução permanente.

  18. Parabéns aos pesquisadores e entidades envolvidas ! Parabéns pela reportagem séria , esclarecedora , positiva , realista e que só transmite otimismo e grande alegria aos leitores !
    Esses sim são os verdadeiros brasileiros que deveriam ser reconhecidos e valorizados pela mídia e pelo mundo !

  19. Pra que usar plasma de cavalos se ja temos plasma suficiente de pessoas doentes? Por que querem a todo preço imjetar essas porcarias na gente pra ganhar dinheiro????

Comments are closed.