Deltan Dallagnol pede para sair da Lava Jato

O coordenador da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, pediu para sair do comando da operação. Dallagnol disse que a decisão foi motivada por um problema de saúde de sua filha. A informação foi publicada na manhã desta terça-feira (1) pela CNN Brasil.

Deltan enfrenta processos administrativos no Conselho Nacional do Ministério Público que poderiam resultar em medidas disciplinares contra o procurador.

Os processos no CNMP foram suspensos pelo ministro Celso de Mello, do STF. No entanto, com a licença medica do ministro, a decisão sobre o futuro dos processos contra Deltan podem acabar na mãos de Gilmar Mendes, ministro abertamente anti-lavajatista. Neste caso, é dada como certa uma condução desfavorável a Dallagnol.

O pedido de afastamento está sendo visto como uma “saída honrosa” para o procurador após 6 anos à frente da Operação em Curitiba. Dallagnol continua no Ministério Público, mas deve ser remanejado, a pedido, para outra linha de atuação.