Maior cooperativa do ramo de crédito com sede no Tocantins se destaca com ações de responsabilidade social

Com quase 30 anos de atuação, a Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Tocantins LTDA (Sicoob Tocantins) tem uma trajetória de muitas conquistas. A cooperativa, que foi uma das primeiras a se registrar no Sistema OCB/TO e hoje é a maior no ramo de crédito com sede no estado, representa aproximadamente 21 mil pessoas em 13 municípios tocantinenses, e possui um rico histórico de comprometimento com causas sociais.

Em 2020, a realidade do Sicoob Tocantins diante à pandemia é repleta de empenho no combate à COVID-19, tendo contribuído para que muitas famílias sejam amparadas. Atualmente 12 ações, pontuais e contínuas, são realizadas por meio do projeto Dia de Cooperar (Dia C), e a estimativa é que mais de 2.700 pessoas possam ser beneficiadas. 

O presidente da cooperativa, Gilberto Alves Moraes, reafirma essa responsabilidade social e associa ao 7º princípio do cooperativismo. “Nós realizamos todos os anos várias ações sociais. Além de apoiarmos financeiramente e de forma continuada algumas entidades filantrópicas, promovemos ações por meio do Dia C e além disso, temos o Natal Solidário, em que cada agência é responsável por ajudar a comunidade local. Então são essas e outras ações sociais que fazem parte do 7º princípio, que é a preocupação com a nossa comunidade e em devolver um pouco do que conquistamos para a sociedade”, comenta o presidente.

Para o presidente do Sistema OCB/TO, Ricardo Khouri, a base do cooperativismo se torna ainda mais concreta quando as cooperativas se comprometem e realizam ações que promovem o bem-estar comum. “As cooperativas tocantinenses vem desempenhando muito bem os princípios que regem o nosso movimento e o resultado é perceptível. Nesses quase 30 anos, o Sicoob Tocantins tem se destacado, sempre comprometido com as causas sociais e contribuindo para tornarmos o cooperativismo tocantinense mais forte”, afirma o presidente.  

Construindo o Hospital de Amor

Como ação mais recente, no dia 11 de setembro, o Sicoob Tocantins realizou a doação de 825 sacos de cimento e 42 mechas de cabelo ao Hospital de Amor do Tocantins, em construção na capital Palmas. A doação foi uma arrecadação da agência de Divinópolis e recebeu o apoio de instituições e voluntários locais, contando também com o apoio e acompanhamento do Sistema OCB/TO durante a entrega.  

A Cooperativa

O Sicoob Tocantins, inicialmente denominado de Credipar, foi fundado em 12 de março de 1991 e o objetivo inicial era movimentar apenas o capital de produtores da Cooperativa Agropecuária Tocantinense (Coopernorte). Em 2010, a cooperativa recebeu a autorização para operar em regime de Livre Admissão, o que possibilitou receber profissionais de diferentes ramos e em janeiro de 2020 os cooperados aprovaram em Assembleia Geral Extraordinária a mudança de nome da cooperativa, passando a se chamar Sicoob Tocantins.

Sobre o diferencial da cooperativa, Gilberto afirma que o atendimento é destaque e a parceria com o Sistema OCB/TO é muito significativa. “Nosso principal diferencial é um custo de pelo menos 20% abaixo do que é cobrado pelas instituições que estão no mercado e o nosso atendimento é personalizado. Conhecemos nosso cooperado e o chamamos pelo nome”, diz acrescentando que quanto à parceria com o Sistema OCB/TO e SESCOOP/TO, é uma das melhores que as cooperativas têm. “Para nós, o Núcleo de Educação e a parte de capacitação é de suma importância.Todas as nossas reivindicações têm sido atendidas de forma rápida”, conclui o presidente.

O Sistema OCB/TO

O Sistema OCB Tocantins nasceu com o objetivo de representar e fortalecer o cooperativismo, sendo composto pelo Sindicato e Organização das Cooperativas, constituído em 1 de setembro de 1989 e que atua na representação política e institucional das cooperativas; e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo, implantado no estado em 30 de setembro de 1999 e que tem por objetivo promover a cultura cooperativa, fomentar a qualificação profissional e o aperfeiçoamento da gestão.

Texto: Kezia Noá e Sarah Tamioso