Governo Federal antecipa entrega das obras de restauração do Anel Viário de Goiânia e de Aparecida de Goiânia

O Governo Federal concluiu antecipadamente os serviços de restauração e as obras de adequação dos retornos existentes no Anel Viário de Goiânia e de Aparecida de Goiânia, em Goiás. A inauguração realizada nesta segunda-feira (28), contou com a presença do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. A obra, que conta com 16,90 quilômetros de pista dupla, faz parte de um conjunto de ações que visam a recuperação e a manutenção do trecho que liga as rodovias BR-153/GO e a BR-060/GO, importantes corredores logísticos do país.

“No final das contas, nós estamos falando de segurança. Vamos melhorar o serviço prestado ao cidadão, diminuir o tempo de viagem e reduzir o número de acidentes. Mas não vamos parar por aí”, afirmou o ministro. “Em novembro, queremos estar aqui de novo com o governador Ronaldo Caiado e com a Bancada Federal para assinar o contrato de construção da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, que será transformadora para o estado, e que vai se integrar a outro empreendimento que estamos construindo, o da Ferrovia de Integração Oeste-Leste. Então, estamos trabalhando na provisão da infraestrutura, inserindo na infraestrutura nacional o estado de Goiás, um estado rico e importante, principalmente para o agronegócio brasileiro”, completou.

Com o intuito de ampliar a vida útil do pavimento e a segurança no Anel Viário, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) executou a recuperação e a manutenção do pavimento das pistas de rolamento, bem como a conservação rotineira.

A autarquia realizou a implantação de barreiras de proteção em concreto em pontos estratégicos, com vistas a coibir o tráfego de veículos e motos em locais inadequados. O DNIT também executou a adequação dos retornos existentes, já que os antigos não possuíam faixa de aceleração e desaceleração.

Como o contrato de restauração e manutenção do Anel Viário possui vigência até outubro de 2021, a autarquia realizará a manutenção rotineira da via até o final dele.

Os serviços e as obras executadas permitem que o pavimento suporte de forma adequada por cinco anos ou mais o volume do tráfego existente sem a necessidade de intervenções de alto custo. Além desse benefício, proporcionará maior segurança e conforto aos usuários que trafegam pela via.

O conjunto de obras e serviços realizados pelo DNIT ao longo do Anel Viário contam com um investimento total de R$ 27.962.327,49.

Fonte: Ministério da Infraestrutura