Ministério do Turismo mapeia disponibilidade de internet pública gratuita em destinos estratégicos

Auxiliar a transformação digital dos municípios que integram as 30 rotas estratégicas do Programa Investe Turismo. Esse é o objetivo de um mapeamento inédito que será desenvolvido pelo Ministério do Turismo para verificar a disponibilidade de internet pública gratuita (Wi-Fi) em atrativos das 158 cidades contempladas pelo Programa, voltado à estruturação e à promoção dos roteiros.

Nos próximos dias, gestores dos municípios envolvidos receberão um questionário eletrônico, que permitirá a coleta de informações sobre o nível de desenvolvimento tecnológico local. Os dados vão ajudar a nortear futuras ações e investimentos do governo federal para proporcionar avanços na digitalização de localidades que ainda não oferecem livre acesso à rede.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, estimula a participação no processo. “É um passo importante ao posicionamento do Brasil na retomada e um diferencial na escolha de destinos por visitantes. A participação dos gestores é fundamental para permitir que o turismo brasileiro alcance todo o seu potencial e contribua para a superação da crise gerada pela pandemia”, justifica o ministro.

O desenvolvimento de destinos turísticos inteligentes segue uma tendência mundial do setor, baseada na transformação digital de cidades como forma de reforçar a atração de visitantes e investimentos. Os gestores públicos municipais terão prazo de duas semanas, a partir do recebimento do questionário, para respondê-lo e submeter os dados ao Ministério do Turismo.

INVESTE TURISMO – Desenvolvido pelo MTur, o Sebrae e a Embratur, o Programa busca aumentar a qualidade de serviços na área e a competitividade das rotas atendidas, com foco na geração de empregos por micro e pequenas empresas. As ações envolvem investimentos, incentivos a novos negócios, acesso a crédito, inovação e marketing, entre outras iniciativas.

Edição: Rafael Brais