Em reunião do G20, ministro do Turismo defende medidas conjuntas para facilitar o trânsito de viajantes

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, participou, nesta quarta-feira (07.10), por videoconferência, da reunião de Ministros de Turismo do G20, grupo de países com maior influência nas relações internacionais. Durante seu discurso, o líder brasileiro destacou a importância da adoção de medidas conjuntas que facilitem o trânsito de viajantes entre países. “Estamos muito interessados em definir uma estratégia global de identificação de viajantes, com sistemas integrados para a troca de informação e padronização de equipamentos e documentos de viagem”, disse.

Marcelo Álvaro Antônio também pontuou as medidas adotadas pelo governo brasileiro para proteção e preparação do setor turístico a fim de garantir, de forma segura, a pronta recuperação da atividade no país. “Oferta de crédito na ordem de um bilhão de dólares para as empresas do setor; apoio à capacitação e incentivo à adoção de medidas de biossegurança, como o Selo Turismo Responsável, Limpo e Seguro, que já certificou mais de 22 mil empresas que adotam as melhores práticas sanitárias; e adoção de critérios para remarcação de viagens e proteção dos direitos do consumidor”, enumerou.

O ministro demonstrou ainda o orgulho de ter um destino turístico brasileiro como exemplo de gestão participativa de ecoturismo: a pousada Uakari, no Amazonas.

Outro ponto importante destacado pelo ministro foi o foco que o país está dando para o desenvolvimento do turismo de proximidade, especificamente o turismo rural. O Ministério do Turismo está reunindo os melhores técnicos e práticas para alavancar de vez o turismo rural no Brasil. “Queremos oferecer oportunidades econômicas às comunidades, aumentar a atratividade das zonas rurais, reduzir a migração para os centros urbanos e valorizar as culturas e os potenciais locais, promovendo, dessa forma, a geração de emprego e renda para o nosso povo”, concluiu.

O ministro Álvaro Antônio, ao se referir sobre a criação da Câmara Interinstitucional de Turismo, que objetiva dar condições favoráveis ao reconhecimento de Destinos Turísticos Inteligentes no país, afirmou que, assim, se criará “maior sinergia entre a modernização de infraestrutura e serviços turísticos, a melhoria da gestão do turismo no nível municipal e a implementação de soluções tecnológicas criativas capazes de proporcionar experiências únicas e memoráveis para os turistas”.

A reunião de Ministros do G20 divulgou comunicado conjunto que contempla um Projeto de Iniciativa Comunitária para o estabelecimento de uma rede de comunidades com elevado potencial turístico, utilizando o turismo para promover o desenvolvimento sustentável. O foco será na criação de oportunidades de emprego e aumento da resiliência em comunidades menores, o que também apoiará a recuperação dos impactos da pandemia de Covid-19. Essa Iniciativa deverá contar com um financiamento que poderia alcançar de US$ 150 a 400 milhões, nos próximos cinco anos.

O texto do comunicado conjunto dos ministros pode ser consultado aqui.

Fonte: Governo do Brasil