Nos governos anteriores, negociações eram feitas sobre esquemas de corrupção, afirma Alexandre Garcia

Em um áudio compartilhado pelo presidente Jair Bolsonaro na manhã desta quinta-feira (8) pelas redes sociais, o jornalista Alexandre Garcia defendeu as articulações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro com figuras como Davi Alcolumbre e Dias Toffoli, com os quais jantou no último domingo (4). Na fala, Garcia diz que em governos anteriores, ao invés de refeições, as negociações eram feitas sobre esquemas de corrupção.

– Tem muita gente que fica brava, o presidente só está negociando em torno de pizza, jantar e café da manhã. Imagine em outros tempos em que o presidente negociava em torno de uma mala de dinheiro, em torno de meter na Petrobras, meter a mão no Banco do Brasil, meter a mão na Caixa Econômica, se aproveitar de ministério. Não é muito mais barato pagar uma pizza? – questionou.

Leia também1 Bolsonaro diz que não dá motivo para a PF investigar ministros
2 Bolsonaro: “A palavra final na economia é minha e de Guedes”
3 Globo recebeu R$ 7 bilhões em verbas nos governos Lula e Dilma
4 ‘Bolsonaro acabar com a Lava Jato é ironia fina’, diz Feliciano
5 Malafaia sobre Kassio Nunes: “Decotelli caiu por muito menos”

O jornalista também falou de um pedido protocolado pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), no Supremo Tribunal Federal (STF), que solicitava explicações do presidente Jair Bolsonaro sobre seu discurso a respeito da Amazônia e Pantanal na Assembleia Geral da ONU. Segundo Garcia, medidas como essa buscam apenas paralisar o governo.

– Partidos que tem poucos votos nas urnas e pouca força no Plenário têm recorrido ao Supremo como um caminho para incomodar o governo, para tentar paralisar o governo, atrapalhar o governo, bater no presidente – afirmou.

Fonte: Pleno News

Este conteúdo foi publicado em 08/10/2020 10:29

Este site usa cookies para melhorar sua navegação.