Ministro do Turismo anuncia ações de qualificação e promoção para a Serra do Cipó (MG)

Em evento realizado neste domingo (25.10), na Serra do Cipó (MG), o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, anunciou que a Pasta realizará ações de qualificação profissional e de promoção do local, em âmbito nacional e internacional. A medida era uma das propostas pleiteadas pelo trade e gestores locais que incluía, também, projetos de infraestrutura turística como calçamento de estradas, sinalização turística e viária, além da conclusão de obras inacabadas que facilitarão e promoverão o fluxo de visitantes.

“Faremos uma lista de atividades turísticas e o perfil dos trabalhadores para sua devida qualificação. Além disso, haverá uma grande ação de promoção do parque, nacional e internacionalmente. Faremos de tudo para que todo o nosso esforço e trabalho gere emprego e renda para a população da Serra do Cipó e de todo o nosso Brasil”, disse Marcelo Álvaro Antônio durante discurso.

Ainda em sua fala, o ministro destacou os avanços do turismo em 2019 e as ações para que o setor não quebrasse devido à pandemia. “Dividimos o nosso trabalho em dois momentos: preservação do setor, para evitar o desmonte, com medidas como a MP 936, para a preservação dos empregos, depois a importante MP 948, que regulamentou a relação entre empresa e consumidor, e a MP 963, que liberou um valor recorde para o setor. Agora estamos num segundo momento, que é o de retomada de forma responsável e segura”, afirmou.

O prefeito de Santana do Riacho (MG), um dos municípios que compreendem a Serra do Cipó, André Torres, agradeceu a presença do ministro no encontro e pontuou as expectativas para o setor. “Nosso objetivo é ajudar uma área prioritária do nosso município: o turismo. Temos muito a fazer, principalmente na área de infraestrutura. Temos uma deficiência grande, mas tenho certeza que esse encontro irá nos beneficiar e ajudar uma das mais lindas biodiversidades do Brasil”, concluiu.

Outro ponto importante apresentado na reunião, foi a intenção de utilizar os recursos oriundos da multa ambiental da Vale do Rio Doce pelo desastre em Brumadinho (MG), no desenvolvimento de ações de infraestrutura em torno do Parque Nacional da Serra do Cipó. A unidade será uma das sete no estado que serão contempladas pelo projeto do Ministério do Meio Ambiente.

TURISMO RESPONSÁVEL – Durante o encontro, o ministro realizou a entrega do selo “Turismo Responsável” para duas pousadas da Serra do Cipó. O projeto do Ministério do Turismo serviu de inspiração para a criação do “Turismo+Seguro”, um programa com capacitações, protocolos sanitários, fiscalização e campanhas de marketing para a retomada do setor em Santana do Riacho. Até este domingo (25.10), mais de 23 mil empreendimentos em todo o Brasil já havia emitido o selo, sendo mais de 2.055 só no estado de Minas Gerais.

Fonte: Governo do Brasil