Brasil se reúne com embaixadores da OCDE

O ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, e o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo participaram, por videoconferência, na manhã desta quinta-feira (26), da reunião especial do Conselho da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sobre o Brasil. O encontro contou com a participação do Secretário-Geral da entidade, Ángel Gurría, e dos 37 embaixadores dos países membros sediados em Paris, representantes permanentes junto à organização.

O evento teve o objetivo de promover maior aproximação com os representantes permanentes dos países da OCDE e apresentar as iniciativas e os esforços estratégicos brasileiros para assegurar condições favoráveis à acessão do país.

Entre os assuntos abordados, o ministro Braga Netto destacou a cooperação e o engajamento ativos do Brasil com a OCDE desde a década de 90 e lembrou a implementação de governança específica para o processo de acessão, por meio da criação do Conselho Brasil – OCDE (Decreto nº 9.920/2020). Frisou, ainda, o aprimoramento das políticas públicas no país e as medidas para a recuperação econômica no cenário pós-Covid, pontuando o papel do Centro de Governo na coordenação e articulação da retomada. Braga Netto citou as recentes reformas implementadas no país, como a Reforma Previdenciária, e deu destaque aos avanços alcançados no combate à corrupção e nas políticas ambientais. O ministro concluiu sua exposição destacando a importância do Brasil como global player e líder regional e pontuou que a acessão do país vai gerar impacto tanto da organização internacional no Brasil quanto do país na OCDE.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, enfatizou o comprometimento do Brasil no combate à corrupção, explicando que se trata de uma das maiores preocupações do atual governo. O chanceler salientou as semelhanças entre os valores do Brasil e dos países da OCDE, como capitalismo, liberdade comercial e respeito aos direitos humanos, e reforçou o compromisso do país com a defesa dos princípios democráticos, em particular na América Latina. Sobre temas de meio ambiente, o ministro destacou a importância do equilíbrio entre sustentabilidade e crescimento, de modo a conciliar o desenvolvimento e a proteção e preservação ambientais.

Ao final da reunião, os ministros Braga Netto e Ernesto Araújo responderam aos embaixadores sobre temas tributários, de meio ambiente e combate à corrupção, entre outros. Por fim, o ministro da Casa Civil reafirmou o comprometimento e a prontidão do Brasil para implementar melhores políticas públicas, alinhando-se às boas práticas internacionais e se colocou à disposição da OCDE para outros questionamentos.

Fonte: Governo do Brasil