Renan Sena é alvo de busca e apreensão pela Polícia Federal

A Polícia Federal cumpre na manhã desta sexta-feira (27) mandados contra um grupo por ter pedido a intervenção militar e a prisão de nove ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Os mandados foram expedidos pela 15ª Vara Federal de Brasília, onde o proceso está em tramitação.

A operação foi batizada como “Estabilidade” e cumpre três mandados de busca e apreensão em Brasília (DF), Uberlândia (MG) e Taboão da Serra (SP). Um dos alvos é Renan Sena, preso em junho depois de publicar vídeo expressando sua opinião sobre o STF na frente do tribunal.

Segundo a PF, os alvos incitavam a “animosidade entre as Forças Armadas e as instituições civis”.

“Com o aprofundamento das análises, foi possível constatar a participação deles em diversos atos do tipo, inclusive com a arrecadação de fundos para financiar o movimento”, disse a PF.

Os investigados podem responder por crimes previstos na Lei de Segurança Nacional.