Mariana Neris assume Secretaria Nacional de Proteção Global com foco na proteção das vítimas de crimes e na educação

Com mais de 16 anos de serviço público, a assistente social Mariana Neris chega ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) para comandar a Secretaria Nacional de Proteção Global (SNPG). O foco do seu trabalho será no fortalecimento de políticas públicas para a proteção a vítimas de crimes.

“Essa é uma das promessas de governo do presidente Jair Bolsonaro e uma das prioridades da minha gestão. Chego à secretaria para trazer minha experiência com o objetivo de alavancar a gestão para os mais vulneráveis”, afirma.

Além disso, Neris destaca que vai trabalhar o fortalecimento da educação em direito humanos, trazendo os valores de intersetoriais da atuação do ministério. “Precisamos trabalhar a pauta da educação com transversalidade em conjunto com as demais secretarias do ministério, já que tratamos com diversos públicos em risco”, destaca.

Antes de ser titular da SNPG, Neris foi secretária nacional de assistência social no Ministério da Cidadania. Durante o período que ocupou o cargo, de março de 2019 a dezembro de 2020, a secretária trabalhou para o fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

De 2016 a 2019, Neris foi diretora do Departamento de Proteção Social Especial do Ministério da Cidadania. Ainda na Pasta, de 2011 a 2016, ela foi coordenadora-geral de Serviços de Acolhimento.

Formada em Serviço Social pela Universidade de Brasília, Neris também é mestre em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz em parceria com o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) e especialista em Gestão Pública com ênfase em Administração Pública.

A nova secretária também foi conselheira do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) entre 2016 e 2018. Como Professora universitária, teve participação em sala de aula em programas de graduação e em pós graduação ao longo da sua trajetória.

Fonte: ASCOM MMFDH