Sexta, 01 de Março de 2024 08:52
63 98121-2858
Política STF

Abaixo-assinado contra a indicação de Dino para o STF já tem mais de 100 mil assinaturas

Esta rápida adesão ao protesto evidencia uma forte reação à decisão do presidente Lula, que oficializou a indicação de Dino para substituir a ministra Rosa Weber no STF

28/11/2023 08h46 Atualizada há 3 meses
Por: Pablo Carvalho
Abaixo-assinado contra a indicação de Dino para o STF já tem mais de 100 mil assinaturas

A mobilização organizada pelo partido Novo contra a nomeação de Flávio Dino, ministro da Justiça, para o Supremo Tribunal Federal (STF), atingiu um marco expressivo. Em menos de 10 horas após seu lançamento, o abaixo-assinado acumulou mais de 100 mil assinaturas nesta terça (28). Esta rápida adesão ao protesto evidencia uma forte reação à decisão do presidente Lula, que oficializou a indicação de Dino para substituir a ministra Rosa Weber no STF.

As declarações de Eduardo Ribeiro, presidente do Novo, reforçam a posição crítica do partido em relação à escolha de Lula. Ribeiro considera a indicação de Dino uma provocação, agravando o clima político já tenso em relação ao STF. "A indicação de Flávio Dino é um deboche. Justamente no momento em que o STF está no centro do debate em razão dos seus abusos, Lula indica seu ministro mais autoritário e prepotente. Essa não é uma decisão de quem quer pacificar o país, mas de quem quer incendiá-lo", afirmou. Além disso, ele destacou a importância da participação popular em movimentos como esse, lembrando o sucesso de uma petição anterior do partido, que reuniu mais de 500 mil assinaturas para abrir uma CPI sobre abuso de autoridades do STF e TSE.

Continua após a publicidade

O anúncio oficial da indicação de Dino pelo presidente Lula ocorreu no início da tarde desta segunda-feira, 27, motivando a ação imediata do partido Novo. A rápida mobilização e o grande número de assinaturas coletadas refletem um descontentamento significativo com a escolha do presidente.

Segue link: https://novo.org.br/dinonao/

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

Com informações de O Antagonista.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.