Sexta, 01 de Março de 2024 08:47
63 98121-2858
Cidades Palmas - TO

Artes cênicas dão o tom no terceiro dia de apresentações do festival

Durante toda a manhã, os estudantes se revezaram em mais de 25 interpretações de teatro das categorias monólogo, auto, comédia e tragédia/drama

01/12/2023 21h29 Atualizada há 3 meses
Por: Redação Fonte: Prefeitura de Palmas - TO
Tema Tocantins e seus encantos foi seguido por todas as equipes - Fotógrafo:Eduardo Lago
Tema Tocantins e seus encantos foi seguido por todas as equipes - Fotógrafo:Eduardo Lago

O terceiro dia do Festival de Artes das Escolas de Palmas (Faes 2023), que acontece até este sábado, 2, na ETI Almirante Tamandaré, está sendo dedicado às apresentações de artes cênicas. Até o final do dia, estudantes das escolas das redes municipal e estadual se revezaram no palco em interpretações das modalidades teatro, poesia e oratória. Durante toda a manhã, os estudantes se revezaram em mais de 25 interpretações de teatro das categorias monólogo, auto, comédia e tragédia/drama.

O monólogo 'De volta ao meu Tocantins' apresentado pela pequena Laura Cavalcante, 9 anos, abriu as performances do dia representando a ETI Almirante Tamandaré. Com muita presença de palco, a menina envolveu o público com uma mensagem de pertencimento e orgulho por seu estado, costumes e tradições. Ela conta que estava ansiosa para subir ao palco. “Essa foi a primeira vez que apresentei um monólogo. Estava ansiosa, nervosa, me tremia toda, mas também feliz em representar minha escola. Treinei bastante as falas e acho que me saí bem”, afirmou. A interpretação da pequena atriz lhe rendeu o primeiro lugar na categoria Infantil III (9 a 11 anos).

Continua após a publicidade

A avó de Laura, atenta a tudo, aplaudia a neta. Cheia de orgulho, Fátima Cavalcante conta que a veia artística da pequena é natural. “Ela tem muita facilidade em aprender, é super inteligente, esperta e muito comunicativa” diz, acrescentando que agradece à escola por despertar na menina o gosto pela arte e pela contribuição na sua formação educacional.

Outra apresentação que também agradou o público foi o auto 'A Saga de Rute Almeida, a chef tocantinense', retratada pelos alunos da ETI Caroline Campelo. A encenação narrou a trajetória de vida de Rute desde sua saída do interior, passando por todas as dificuldades até o seu reconhecimento como chef profissional e legítima representante do Tocantins.

Emocionada com a homenagem, a chef relata o sentimento de gratidão e felicidade ao receber o convite de ter sua história retratada no festival. “Fiquei muito feliz, pois é uma história de muita luta. Carrego comigo a força da mulher quebradeira de coco, da roça, da minha mãe. Acho que fiquei mais nervosa do que as crianças porque vi no olhar delas a responsabilidade com a verdade. Sempre imaginei um filme ou uma peça falando de mim e hoje realizei meu sonho de ver minha história contada com muita delicadeza, amor, sinceridade e respeito”, afirmou.

Continua após a publicidade

Entre os demais dias de apresentações, este foi o que houve a menor diferença entre as notas atribuídas pelos jurados Márcio Teles Malta, Paulo Aires e Raiane Costa Oliveira. As classificações foram definidas por décimos de ponto em duas categorias. Assim como nos dias anteriores, os jurados que participam voluntariamente do Faes são profissionais com extenso currículo em na produção artística e cultural no Brasil e no Tocantins.

Continua após a publicidade

Paulo Aires demonstrou sua satisfação em participar e salientou a importância do festival para o desenvolvimento das crianças e adolescentes das escolas envolvidas. “Sabemos que a cultura infelizmente ainda não é acessível a todos. A escola se torna então um lugar onde se promove a cultura, o evento tem essa grandiosidade por promover essas relações de escola para escola. Eu não vejo como uma competição e sim como uma oportunidade de desenvolvimento”. Paulo também destaca que os participantes percebem que é possível estar em um palco. “É uma oportunidade de sonhar, de ver o mundo sob outro prisma, se crescer como ser humano e cidadão. A função da arte é esta, desenvolver pessoas com senso crítico e transformar. O Faes está de parabéns e eu estou muito orgulhoso em participar”, finalizou.

 

Confira a classificação do terceiro dia do Faes

Categoria auto - Escola parcial (12 a 15 anos)
1 EM Antônio Carlos Jobim

Categoria auto - ETI's (12 a 15 anos)
1 ETI Fidencio Bogo
2 ETI Margarida Lemos
3 ETI Caroline Campelo

Monólogo - Escolas parciais (6 a 8 anos)
1 Cmei Miudinhos

Monólogo - escolas parciais (12 a 15 anos)
1 EM Maria Julia

Monólogo - ETI's (6 a 8 anos)
1 ETI Caroline Campelo
2 ETI Santa Bárbara  
3 ETI Almirante Tamandaré

Monólogo - ETI's (9 a 11 anos)
1 ETI Almirante Tamandare 
2 ETI Caroline Campelo 

Monólogo - ETI's (12 a 15 anos)
1 ETI Padre Josimo
2 ETI Caroline Campelo

Tragédia/drama (9 a 12 anos)
1 ETI Caroline Campelo 
2 ETI Anisio Teixeira 

Tragédia/drama (a partir de 16 anos)
1 Escola Estadual Liberdade

Comédia (9 a 11 anos)
1 ETI Luiz Gonzaga
2 ETI Olga Benario

Comédia (ETI's 12 a 15 anos)
1 ETI Padre Josimo
2 ETI Daniel Batista 
3 ETI Luiz Gonzaga

 


 


 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Palmas - TO

Palmas - Tocantins

Sobre o município
Palmas é um município brasileiro, sendo a capital e também a maior cidade do estado do Tocantins.