Segunda, 22 de Julho de 2024 21:15
63 98121-2858
Brasil Indígenas

Crianças indígenas continuam morrendo no governo Lula

A denúncia foi feita durante a reunião do Mecanismo de Especialistas da ONU sobre Direitos dos Povos Indígenas, destacando problemas graves como violência, garimpo ilegal, fome e doenças.

11/07/2024 11h57 Atualizada há 2 semanas
Por: Pablo Carvalho
Crianças indígenas continuam morrendo no governo Lula

Em Genebra, Suíça, líderes indígenas brasileiros denunciaram que crianças indígenas continuam morrendo sob o governo Lula (PT), apesar das medidas anunciadas. A denúncia foi feita durante a reunião do Mecanismo de Especialistas da ONU sobre Direitos dos Povos Indígenas, destacando problemas graves como violência, garimpo ilegal, fome e doenças.

Júlio David Ye’kwana, presidente da Associação Wanasseduume Ye’kwana, representou a Aliança de Defesa Territorial dos povos kayapó, yanomami e munduruku, e relatou que, mesmo após a declaração de crise de saúde pública na Terra Indígena Yanomami em 2023, a situação não melhorou. "Nossas crianças continuam morrendo de malária e desnutrição", afirmou.

Especialistas, ONGs e líderes indígenas se uniram para pedir à ONU mais atenção e ações concretas do governo Lula. Eles exigem que o Estado brasileiro seja responsabilizado pela proteção dos territórios indígenas e pela expulsão de invasores.

Continua após a publicidade

Ye’kwana também destacou a urgência de um sistema de saúde indígena efetivo, com profissionais presentes nas comunidades para garantir o tratamento adequado. "Precisamos de uma estrutura de saúde que realmente funcione para nossas comunidades", concluiu.

Continua após a publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.