Segunda, 22 de Julho de 2024 20:27
63 98121-2858
Brasil Transporte

Prefeito é investigado por desvio milionário no transporte escolar

A investigação revelou que a empresa contratada, com um contrato de R$ 8,1 milhões, não possuía funcionários registrados e tinha apenas cinco veículos, embora fosse responsável por 89 rotas escolares.

11/07/2024 12h05 Atualizada há 2 semanas
Por: Pablo Carvalho
Prefeito é investigado por desvio milionário no transporte escolar

A Polícia Federal (PF) e a Controladoria-Geral da União (CGU) deflagraram a Operação Santa Rota nesta quinta-feira (11) em sete cidades da Bahia, incluindo Santaluz, Valente e Conceição do Coité. O objetivo é investigar um esquema criminoso que superfaturou R$ 3 milhões em uma licitação para serviços de transporte escolar no interior do estado. Foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, por ordem do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

O gabinete do prefeito de Santaluz, Arismário Barbosa Júnior (Avante), foi um dos alvos da operação. A investigação revelou que a empresa contratada, com um contrato de R$ 8,1 milhões, não possuía funcionários registrados e tinha apenas cinco veículos, embora fosse responsável por 89 rotas escolares.

Além disso, a PF descobriu que algumas das empresas desclassificadas da licitação receberam pagamentos do grupo empresarial vencedor logo após a exclusão. Os investigados podem ser indiciados por crimes de responsabilidade de prefeito, fraude à licitação, corrupção ativa e passiva, e lavagem de dinheiro.

Continua após a publicidade

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Santaluz, Valente, Conceição do Coité, Capim Grosso, Itiúba, Senhor do Bonfim e Várzea da Roça.

Continua após a publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.