Segunda, 22 de Julho de 2024 20:40
63 98121-2858
Segurança Segurança Pública

PCPR prende três pessoas que aplicavam golpes com central falsa de teleatendimento

Ação em apoio à Polícia Civil e ao Gaeco de Santa Catarina aconteceu nesta quarta-feira (10), em Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba....

11/07/2024 14h20
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Foto: PCPR
Foto: PCPR

A Polícia Civil do Paraná (PCPR), em apoio à Polícia Civil (PCSC) e ao Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) de Santa Catarina, prendeu três pessoas em flagrante por estelionato e associação criminosa durante uma operação em uma central de teleatendimento clandestina utilizada para aplicar golpes. A ação aconteceu nesta quarta-feira (10), em Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba.

A operação foi deflagrada no estado catarinense com o objetivo de desarticular um grupo criminoso que já movimentou R$ 90 milhões oriundos do esquema.

O golpe consistia em enviar mensagens às vítimas afirmando que uma compra suspeita havia sido feita em seu nome, indicando um telefone de uma central de atendimento para contato.

Continua após a publicidade

Assim que a vítima ligava para o número informado, o falso atendente a induzia a instalar um software em seu celular. Dessa forma, os golpistas conseguiam ter acesso remoto ao aparelho para fazer transferências bancárias.

Continua após a publicidade

As investigações mostraram que o grupo atuava em diversos estados brasileiros e que um dos alvos da operação estaria aplicando os golpes no Paraná.

Continua após a publicidade

Na central, localizada em uma chácara em Campo Magro, os policiais civis apreenderam 18 notebooks que eram utilizados pelos criminosos para aplicar os golpes e quatro carros de luxo. As diligências seguem a fim de localizar os demais envolvidos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.