Sábado, 27 de Novembro de 2021 05:13
63 98121-2858

Dólar com.

R$ 5,6

Euro

R$ 6,35

Peso Arg.

R$ 0,06

Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão rejeita projeto que torna obrigatória internação de pessoas com mais de 79 anos com Covid-19

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados Carmen Zanotto: projeto foi apresentado quando havia "muitas perguntas e quase nenhuma resposta" A Comissão ...

04/10/2021 15h33
338
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Carmen Zanotto: projeto foi apresentado quando havia
Carmen Zanotto: projeto foi apresentado quando havia "muitas perguntas e quase nenhuma resposta - (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

A Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados rejeitou proposta que torna obrigatória a internação hospitalar de pessoas com mais de 79 anos de idade comprovadamente infectadas pelo novo coronavírus, causador da Covid-19.

A medida está prevista no Projeto de Lei 818/20, do deputado Flávio Nogueira (PDT-PI). A relatora no colegiado, deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), recomendou a rejeição da matéria com o argumento de que a necessidade de internação é determinada pelas condições do paciente e pela possibilidade de atenção adequada ou pela necessidade de manter o isolamento.

“Internação obrigatória, sem levar isso em consideração, seria, além da impropriedade técnica, restringir a liberdade dos cidadãos na faixa etária, com o que não podemos concordar”, afirmou Carmen Zanotto.

Ela observou, por outro lado, que o projeto foi apresentado em março de 2020, quando se verificou um rápido avanço dos casos de Covid-19 no Brasil. “Havia muitas perguntas e quase nenhuma resposta, desencadeando pânico e medidas em muitos casos extremadas por parte da sociedade e dos poderes constituídos. Quem esteve no centro dos acontecimentos, como estivemos, pode perfeitamente compreender as motivações do autor, que tinha em mente a defesa da população idosa”, ressaltou a deputada.

Tramitação
A proposta ainda será analisada, em caráter conclusivo, pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.