Domingo, 26 de Junho de 2022 11:57
63 98121-2858
Tocantins Eleições 2022

Ronaldo Dimas se compromete em concluir do Hospital Regional em Araguaína e duplicar acessos a Babaçulândia e distrito Novo Horizonte

Em entrevista, pré-candidato fala como fez a transformação em Araguaína e aponta falta de compromisso de Mauro Carlesse com o município

24/05/2022 14h26
Por: Redação Fonte: Assessoria de Impressa
Ronaldo Dimas se compromete em concluir do Hospital Regional em Araguaína e duplicar acessos a Babaçulândia e distrito Novo Horizonte

Pré-candidato a governador pelo PL, Ronaldo Dimas garantiu que no comando do governo do Estado vai entregar a obra do novo Hospital Regional de Araguaína para a população. A obra, fundamental para todo o Norte do Tocantins, se arrasta desde a primeira metade da década passada e, por falta de planejamento da gestão estadual, segue sem previsão concreta de inauguração.

A garantia de Dimas foi dada durante entrevista ao programa “A Voz do Povo”, comandado por Silene Borges, na Rede TV de Araguaína (com reprise em Palmas, que retornou ao ar nesta segunda-feira.

“Eu já disse que vai ser eu que vou concluir e entregar esse hospital”, destacou Dimas, ao lembrar que durante suas gestões à frente da Prefeitura de Araguaína a saúde pública municipal teve um enorme salto de qualidade. Prefeito de Araguaína entre 2013 e 2020, Dimas comandou a instalação de um novo Hospital Municipal, uma UTI, centro cirúrgico de qualidade, centro de oncologia infantil, centro especializado em reabilitação, centro de recuperação de dependentes químicos (único público do Tocantins) e Clínica-Escola Mundo Autista (umas das poucas no país), além de ter reformado e instaurado várias unidades básicas de saúde. “O que fizemos aqui serve como um estágio do que vamos fazer no Estado”, ressaltou.

Na infraestrutura, Dimas também se comprometeu com duas necessidades antigas da população de Araguaína: duplicar os acessos ao povoado de Novo Horizonte e ao trevo de Babaçulândia.

Carlesse não teve compromisso com Araguaína

Durante a entrevista, Dimas foi questionado sobre o ex-governador Mauro Carlesse, que renunciou no início do ano após ser afastado por decisão judicial. O pré-candidato reconheceu que o apoio a Carlesse foi um erro de sua parte, dizendo acreditar que o Tocantins estaria escolhendo uma pessoa muito rica e sem interesse em fazer qualquer mal aos cofres públicos e um empresário com experiência para fazer as ações necessárias. “Infelizmente isso não se confirmou. Seguimos precisando de gestão”, destacou.

Depois, Dimas detalhou que o então gestor nunca cumpriu os compromissos com Araguaína, em relação a espaço dentro da administração, mas também de repasse financeiro de R$ 50 milhões em convênios para realizar as obras. “Por outro lado, ficou claro que a intenção dele não era fazer o bem do Tocantins. Ficar fora disso acabou sendo um alívio”, salientou, ao pontuar a continuidade dos desmandos no Estado, com várias situações que precisam ser investigadas.

Ronaldo Dimas falou de vários outros temas na entrevista, como sua posição nas pesquisas eleitorais, questões contra ele mesmo, a eleição do seu filho, a eleição presidencial e projetou uma reformulação mínima de 50% na Assembleia Legislativa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.