Domingo, 26 de Junho de 2022 12:01
63 98121-2858
Brasil Obras no exterior

Petistas sinalizam que continuarão torrando dinheiro público em obras no exterior caso Lula vença eleições

Segundo a revista Veja, só na Venezuela e em Cuba, o petismo enterrou cerca de 11 bilhões de reais.

26/05/2022 10h07 Atualizada há 1 mês
Por: Pablo Carvalho
Petistas sinalizam que continuarão torrando dinheiro público em obras no exterior caso Lula vença eleições

Para altos caciques do PT, a farra do dinheiro público gasto com empreiteiras em obras em países socialistas foi algo normal. É o que sinaliza a fala da ex-ministra do Planejamento Miriam Belchior. Ela foi escalada para tentar defender o "legado" do ex-presidiário Lula.

Vale lembrar que empreiteiras beneficiadas pelo "esquema" caíram na malha anti-corrupção da Polícia Federal e Ministério Público Federal na Lava-jato, que prendeu executivos e fizeram com que eles devolvessem parte do dinheiro roubado, e o fato dos processos contra o chefe Lula ter sido descondenado pelo STF não apaga isso.

Segundo a revista Veja, só na Venezuela e em Cuba, o petismo enterrou cerca de 11 bilhões de reais. No início do ano, Gustavo Montezano, chefe do BNDES, revelou que o banco convivia com seguidos calotes dos países parceiros do petismo. Segundo as investigações, as operações geraram lucros para as empreiteiras e propinas para que o PT tentasse se perpetuar no poder aqui no Brasil. 

“No caso de empréstimos para outros países, são financiamentos para empresas brasileiras realizarem obras no exterior. Não é financiamento direto para outros países, a gente não empresta para eles e pronto. Não, a gente só empresta se as nossas empresas, as empresas brasileiras, forem realizar as obras, que é a modalidade chamada exportação dos serviços de engenharia”, disse Belchior, ao tentar defender o indefensável.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.