Quinta, 11 de Agosto de 2022 18:22
63 98121-2858
Brasil Brasil

MEC lança Formação de Professores para Acolhimento de Imigrantes e Refugiados

Secretaria de Educação Básica disponibiliza capacitação gratuita para docentes em ambiente de aprendizagem virtual do ministério

10/06/2022 08h56
Por: Redação Fonte: Governo Federal
MEC lança Formação de Professores para Acolhimento de Imigrantes e Refugiados

O Ministério da Educação (MEC) lançou, nesta quinta-feira (9), a “Formação de Professores para Acolhimento de Imigrantes e Refugiados”, uma iniciativa da Secretaria de Educação Básica (SEB), por meio da Diretoria de Formação Docente e Valorização dos Profissionais da Educação. A capacitação tem como objetivo proporcionar ao docente a oportunidade de conhecer e aprofundar os conhecimentos em relação à inserção das pessoas refugiadas e imigrantes ao ambiente escolar estrangeiro e multicultural no Brasil. 

Durante o evento de lançamento da formação, realizado na sede do MEC, a secretária-executiva adjunta da Pasta, Sylvia Cristina Gouveia, destacou o histórico do Brasil relacionado ao recebimento de imigrantes e refugiados. “Dados indicam que nos últimos cinco anos, nós recebemos cerca de 700 mil venezuelanos, dos quais pelo menos 326 mil decidiram permanecer em território nacional”, disse Sylvia Cristina ao ressaltar a nação brasileira como um país acolhedor.  

Para o secretário de Educação Básica do MEC, Mauro Rabelo, o lançamento da “Formação de Professores para Acolhimento de Imigrantes e Refugiados” é o primeiro passo para uma ação que fará parte da política que está sendo desenvolvida na Secretaria, voltada para programa direcionado aos imigrantes e aos refugiados no país. “Nesse ponto, vamos trabalhar os profissionais da educação, com uma dimensão estratégica e, em breve, teremos um feedback positivo desse trabalho, que é uma necessidade nossa em termos de país”, disse o secretário Mauro, que destacou três vertentes de atuação alinhadas com a temática: acolher; integrar; pertencer.   

O diretor de Formação Docente e Valorização dos Profissionais da Educação do MEC, Renato Brito, apontou a importância da capacitação, que visa atender à dificuldade de acesso de crianças e adolescentes imigrantes e refugiados ao sistema escolar brasileiro e que, segundo ele, ocorre por diversos fatores, como barreiras burocráticas, sociais, econômicas, culturais e, principalmente, linguísticas. “E é nesse contexto que se insere a ‘Formação em Acolhimento para Imigrantes e Refugiados’, que está sendo ofertada pelo Ministério da Educação por meio da Secretaria de Educação Básica”, disse o diretor. 

Bernardo Lafaerte, coordenador-geral do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) – órgão colegiado vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, e que delibera sobre as solicitações de reconhecimento da condição de refugiado no Brasil, ao parabenizar a ação, ressaltou a importância de políticas transversais para a temática de migração e refúgio no país. “Trabalhar em conjunto, não apenas no âmbito dos ministérios como também frente à sociedade brasileira, é o ponto alto de iniciativas como essa e que visam o acolhimento dessa população no nosso país”, disse o representante do Conare. 

 
 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.