Quinta, 11 de Agosto de 2022 17:24
63 98121-2858
Saúde Saúde

Ministro entrega unidade da primeira Maternidade Municipal de Aracaju

Unidade terá capacidade para realizar cerca de 500 partos por mês

25/06/2022 15h30
Por: Redação Fonte: Agência Brasil
© Marcelo Camargo/Agência Brasil
© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em visita neste sábado (25) a Aracaju (SE), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, entregou a estrutura da primeira Maternidade Municipal de Aracaju (SE). Segundo a pasta, o investimento federal na obra é R$ 14,9 milhões, além de outros R$ 4,1 milhões que já foram autorizados para a compra de equipamentos e materiais necessários para o funcionamento da unidade.

A maternidade, que tem previsão de conclusão até outubro deste ano, será a primeira da rede municipal da capital do estado e terá capacidade para 500 partos por mês.

Durante o evento, o ministro discursou contra o aborto. “A vida é tutelada pelo Estado e a Constituição Federal de 1988, Constituição cidadã, escreveu em seu primeiro artigo que o compromisso básico da República Federativa do Brasil é com respeito a dignidade da pessoa humana e esse respeito começa desde concepção da vida humana e, aqui, eu externo o que vocês já sabem: o compromisso do nosso governo com a vida desde a sua concepção. O governo do presidente Bolsonaro é contra o aborto”, destacou.

No Brasil o aborto é permitido em casos de estupro, bebê anencéfalo ou quando há risco de vida para a mãe. Diante disso o ministro da Saúde acrescentou que respeita as exceções da lei. “Ninguém está acima da lei”, afirmou.

Na última quinta-feira (23), uma menina de 10 anos de idade, de Santa Catarina, que engravidou ao ser estuprada, foi submetida ao procedimento de aborto legal , no Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago, em Florianópolis. O caso dividiu opiniões. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.