Segunda, 15 de Agosto de 2022 06:08
63 98121-2858
Geral Geral

Sem diálogo com o crime, Moro inaugura mais um presídio para isolar chefes de organizações criminosas

Sem diálogo com o crime, Moro inaugura mais um presídio para isolar chefes de organizações criminosas

04/09/2019 01h01 Atualizada há 3 anos
Por: Redação
Sem diálogo com o crime, Moro inaugura mais um presídio para isolar chefes de organizações criminosas


O Ministro da Justiça, Sergio Moro, inaugurou, em Planaltina de Goiás (GO), na tarde desta segunda-feira (2/9), a Unidade Prisional Especial da cidade. O presídio de segurança máxima, que vai abrigar 388 presos, ocupa uma área de 45.772 metros quadrados e, segundo Moro, reforça a estratégia do Governo Federal de isolar criminosos perigosos e aumentar o controle para impedir que presos continuem comandando operações de dentro das celas.

“A estratégia de combate ao crime é assim: tem que prender, tirar o criminoso de circulação. As pessoas muitas vezes criticam o sistema carcerário, os gastos neste sistema. Quanto custa um preso no Brasil? Quanto custa um criminoso solto? O enfrentamento do crime organizado não funciona se lideranças do crime ficam soltas dentro do presídio”, disse o Ministro da Justiça.

 A nova unidade prisional, considerada modelo, está equipada com raio-X, scanner corporal e aparelho que impede o uso de celulares. A obra recebeu investimentos de R$ 30 milhões do Governo Federal por meio do Fundo Penitenciário Nacional (Depen).

Em um esforço conjunto com os estados, o  Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), tem como meta criar entre 10 mil e 20 mil vagas no sistema prisional em 2019. No primeiro semestre deste ano já foram geradas mais de 6 mil e 300 vagas. Os repasses federais do Fundo Penitenciário Nacional (Fupen) para essas obras ultrapassam  R$ 166 milhões 800 mil.

Além disso, o Depen tem colocado à disposição da sociedade, em seu site, uma série de ferramentas para acompanhamento desse trabalho. É possível consultar o andamento das obras que contam com repasses federais.

Na inauguração, o ministro Sérgio Moro estava acompanhado do Governador de Goiás, Ronaldo Caiado, e do Diretor-Geral do Depen, Fabiano Bordignon, além de outras autoridades.

“Vamos ter a capacidade de trazer aqueles presos que hoje fomentam o crime de dentro das penitenciárias existentes. Precisamos ter um controle real sobre os presos. É penitenciária modelo para que pessoas não fiquem daqui de dentro determinando violência lá fora. É para isso que estamos evoluindo”, disse o governador Ronaldo Caiado.




Fonte: Ministério da Justiça e Segurança Pública

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.