Domingo, 26 de Junho de 2022 00:14
63 98121-2858
Geral Geral

Semana do Brasil possibilitou aumento de 41% nas vendas do comércio Brasileiro. Bolsonaro comemora

Semana do Brasil possibilitou aumento de 41% nas vendas do comércio Brasileiro. Bolsonaro comemora

21/09/2019 08h58 Atualizada há 3 anos
Por: Redação
Semana do Brasil possibilitou aumento de 41% nas vendas do comércio Brasileiro. Bolsonaro comemora

Em suas redes sociais, o presidente da República, Jair Bolsonaro, destacou os resultados da da Semana do Brasil realizada entre os dias 6 e 15 de setembro para movimentar a economia e o comércio varejista. Idealizada pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), a campanha contou com mais de 14 mil participantes, entre empresas dos setores varejista, imobiliário, de publicidade e de comunicação que ofereceram descontos, promoções e benefícios reais aos consumidores

O presidente ressaltou o aumento da venda pela internet. "As vendas online cresceram 41% em relação ao mesmo período de 2018. Movimentação de R$ 1,86 bi em nosso comércio". Segundo ele, a iniciativa inédita será promovida anualmente. 

Dados da empresa de serviços financeiros Cielo mostram que um crescimento de 11,3% em relação a 2018. Desconsiderando o feriado prolongado de 2018, o crescimento ficou em 10,9%. Os segmentos que mais se destacaram durante a Semana e puxaram o crescimento das vendas foram os de cosméticos (+19,8%); móveis, eletroportáteis e lojas de departamento (+12,6%), turismo e transporte (+6,6%), vestuário e artigos esportivos (+6,1%); e supermercados e hipermercados (+4,5%).

Além de incentivar o sentimento de patriotismo e de confiança no país entre a população, a Semana do Brasil criou um momento especial para empresários e consumidores. Setores como o da construção civil também se engajaram e ofereceram promoções especiais na Semana do Brasil. Em São Paulo, por exemplo, mais de 40 incorporadoras ofereceram um ano de condomínio grátis aos clientes.

De acordo com dados do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais de São Paulo (Secovi/SP), houve aumento de 20% no volume de visitação de estandes, com bom índice de fechamento de negócios. Ainda segundo a entidade, a ação do Governo Federal motivou o início de uma série de lançamentos imobiliários.

Para o secretário especial de Comunicação Social da Presidência da República, Fábio Wajngarten, a expressiva adesão das empresas e entidades brasileiras ao chamamento do Governo Federal foi o diferencial da primeira edição da Semana do Brasil. “Tivemos uma resposta muito rápida do comércio no sentido de que uma ação como essa era algo que realmente faltava em setembro para alavancar vendas e a economia do varejo. Os empresários acreditaram na ideia, se engajaram e o resultado pode se tornar sustentável para os próximos anos”, analisa.

Com os números positivos alcançados pela primeira edição da Semana do Brasil, a intenção do Governo Federal é repetir a campanha em 2020 com a adesão de mais empresas.

 Com informações da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.