Sexta, 20 de Maio de 2022 21:45
63 98121-2858
Geral Geral

Agência de checagem admite que Bolsonaro "foi mais verificado" que Haddad na eleição presidencial

Agência de checagem admite que Bolsonaro "foi mais verificado" que Haddad na eleição presidencial

06/11/2019 18h33 Atualizada há 3 anos
Por: Redação
Agência de checagem admite que Bolsonaro

O representante do portal Comprova admitiu na CPMI das Fake News nesta quarta (5) que o então candidato Jair Bolsonaro (PSL) "foi mais verificado" no segundo turno das eleições presidenciais de 2018. O Comprova é uma das maiores iniciativas de checagem de informações em atividade no país.

Sérgio Boeck Lüdtke foi indagado pela deputada Caroline De Toni (PSL-SC) sobre uma possível desproporção nas ações de checagem entre os candidatos à Presidência da República no ano passado.

Medindo suas palavras e titubiando, Lüdtke acabou admitindo que a instituição deu maior atenção às declarações de Bolsonaro, admitindo também a organicidade da rede de apoio ao presidente eleito.

Projeto Comprova

O Comprova é um projeto de jornalismo colaborativo que reúne jornalistas de 24 grandes veículos de comunicação para investigar informações enganosas, inventadas e deliberadamente falsas compartilhadas nas redes sociais ou por aplicativos de mensagens. Participam do projeto jornais como Folha, Uol, Estadão, Poder 360, Band, Correio e outros.

Veja o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=Hdn4MamurRU
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.