Domingo, 29 de Maio de 2022 05:59
63 98121-2858
Brasil Depois

Depois de áudio polêmico sobre prisão em segunda instância, assessoria de Gaguim alega que fala foi editada

Depois de áudio polêmico sobre prisão em segunda instância, assessoria de Gaguim alega que fala foi editada

12/11/2019 18h35 Atualizada há 3 anos
Por: Deborah Sena
Depois de áudio polêmico sobre prisão em segunda instância, assessoria de Gaguim alega que fala foi editada

Chegou ao Antagonista e já ganhou compartilhamento em milhares de grupos do WhatsApp um áudio enviado pelo deputado federal Carlos Henrique Gaguim, do DEM Tocantins, afirmando que a PEC que tramita na Câmara dos Deputados, para tornar constitucional a prisão em segunda instância “não passa nem aqui, nem na china”.

 “Eles estão falando que o primeiro que vai em segunda instância é o nosso presidente Rodrigo. E aí? E os nossos líderes? E nós? Gente que não deve nada sendo aí acusado sem prova, sem nada”.

As declarações do deputado seriam parte de uma discussão no grupo do partido, direcionadas a Arthur Maia, da Bahia, que é favorável a matéria.

No corpo de nota enviada à imprensa, a assessoria do parlamentar alegou que o áudio foi editado e as colocações de Gaguim “foram retiradas da coerência”.

Nota

Sobre o áudio divulgado pela imprensa, o deputado federal Carlos Henrique Gaguim (DEM/TO), esclarece que a sua fala está totalmente fora de contexto, e que se tratava de um diálogo em grupo parlamentar onde são debatidos vários temas de forma despretensiosa. O deputado reforça que não fez nenhum juízo de valor, lamenta que suas colocações foram retiradas da coerência e que o áudio foi cortado, já que não consta toda a conversa. O deputado reafirma sua plena confiança na liderança e na lisura do deputado Rodrigo Maia na condução das matérias que tramitam na Casa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.