Segunda, 23 de Maio de 2022 09:32
63 98121-2858
Geral Geral

A imprensa já não esconde que torce contra o crescimento econômico do Brasil para prejudicar Bolsonaro

A imprensa já não esconde que torce contra o crescimento econômico do Brasil para prejudicar Bolsonaro

16/12/2019 12h58 Atualizada há 2 anos
Por: Redação
A imprensa já não esconde que torce contra o crescimento econômico do Brasil para prejudicar Bolsonaro

A extrema-imprensa resolveu sair do armário e escancarou de vez sua insatisfação com os sinais de melhora na economia brasileira. Um texto publicado no site da revista Exame na sexta (13) trouxe à público a mentalidade auto-destrutiva que orienta o modo de agir da grande mídia no Brasil.

Com o título "O perigo do sucesso econômico de Bolsonaro", o texto assinado pelo economista Joel Pinheiro da Fonseca, ex-Jovem Pan e atual colunista da Folha, constata o óbvio: a recuperação da economia brasileira é um dos grandes trunfos do governo do presidente Jair Bolsonaro. Tal fato dá intensos calafrios nos donos de grandes veículos de comunicação que sempre viveram de verbas da publicidade federal e agora vêem seus bolsos vazios.

Mas o que choca na matéria é a confissão de que “existe sempre a tentação de torcer contra, de esperar uma piora econômica que também, fatalmente, cobrará seu preço do governo", nas palavras do autor. Ele admite sua inclinação em torcer para que tudo piore, para que, então, sua ideologia política de esquerda tenha uma chance de voltar ao poder em 2022.

O sucesso da economia brasileira é justamente o que vai proporcionar a instalação de novos investimentos e a geração de mais empregos, tirando milhões de brasileiros do desemprego e da vulnerabilidade social. O sucesso econômico do Governo Bolsonaro é o sucesso econômico de todos os brasileiros, inclusive dos que não votaram no presidente.

Resta concluir que a economia brasileira será alvo dos ataques da esquerda e suas linhas auxiliares na mídia nos próximos anos, com o único objetivo de desestabilizar o governo Bolsonaro e impedir que o presidente seja reeleito.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.