Domingo, 29 de Maio de 2022 05:37
63 98121-2858
Geral Geral

Ministério da Justiça cria Grupo de Respostas a Desastres

Ministério da Justiça cria Grupo de Respostas a Desastres

08/01/2020 21h02 Atualizada há 2 anos
Por: Redação
Ministério da Justiça cria Grupo de Respostas a Desastres

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), criou o Grupo de Respostas a Desastres (GRD) para atuar em situações decorrentes de desastres em território nacional ou internacional, como catástrofes urbanas causadas por eventos naturais de origem eólica, alagamentos, inundações e enchentes, incêndios florestais e rompimento de barragens. O grupo será coordenado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

A instituição do grupo foi estabelecida a partir da Portaria nº 2/ 2020, assinada pelo secretário Nacional de Segurança Pública Adjunto, Freibergue Rubem do Nascimento.

O plano de criação e implementação do Grupo para Resposta a Desastres (GRD) já estava em discussão no MJSP desde o ano passado, em meio a experiências de 2019 que contaram com a atuação dos Bombeiros Militares em Brumadinho (MG), nos incêndios na Amazônia e também em Moçambique, na África.

O Grupo será coordenado pela Senasp, envolvendo, desta forma, a Força Nacional de Segurança Pública, em parceria com os Bombeiros Militares dos Estados e o Ministério do Desenvolvimento Regional.

O objetivo é a integração com os Bombeiros Militares dos estados, otimizando os meios e conhecendo as experiências de cada corporação para a atuação em desastres que possam surgir.

A portaria define as seguintes ações: de assistências às vítimas; de prevenções; de reconstrução; de reestabelecimento de serviços essenciais; de socorro e dentre outras.

Outro destaque do Grupo é a realização de Curso de Respostas a Desastres (CRD): capacitação a ser realizada pela Força Nacional de Segurança Pública, em parceria com os estados, para os bombeiros militares a fim de composição e atuação no Grupo de Resposta à Desastre.

Fonte: MJSP

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.