Sexta, 20 de Maio de 2022 21:45
63 98121-2858
Geral Geral

Ministério antecipa pagamento do Bolsa Família e BPC para municípios em situação de emergência e calamidade

Ministério antecipa pagamento do Bolsa Família e BPC para municípios em situação de emergência e calamidade

28/01/2020 10h44 Atualizada há 2 anos
Por: Redação
Ministério antecipa pagamento do Bolsa Família e BPC para municípios em situação de emergência e calamidade

Beneficiários do Bolsa Família que vêm enfrentando os estragos causados pelas fortes chuvas nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro já podem sacar o benefício deste mês. A parcela foi antecipada pelo Ministério da Cidadania em razão dos estragos causados pelo mau tempo. No total, 85 municípios já declararam situação de emergência ou calamidade pública. “Todas as catástrofes geram graves problemas, principalmente, para as famílias que já estão em situação de vulnerabilidade, os mais pobres”, disse o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

Em fevereiro, o saque da parcela estará disponível a partir do dia 12 para todos os beneficiários, desconsiderando o calendário oficial. O Ministério da Cidadania vai antecipar também uma parcela do Benefício de Prestação Continuada (BPC), para moradores das cidades atingidas. Além disso, vai colaborar com investimentos para a manutenção de abrigos de acolhimento. A pasta irá disponibilizar aos municípios o valor de R$ 20 mil para cada grupo de 50 pessoas desabrigadas ou desalojadas. “Com o tempo, será cada vez mais necessária nossa atuação para não deixar que essas famílias fiquem numa situação pior do que já estavam. É um trabalho contínuo, que vai garantir cidadania para todos”, garantiu Terra.

Integração

O ministro Osmar Terra esteve com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, durante reunião no Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres, em Brasília. Canuto destacou a força do trabalho integrado para que resultados sejam obtidos o quanto antes, no auxílio a todas essas famílias. “É fundamental essa articulação de vários órgãos federais, cada um na sua área, de maneira integrada desde o primeiro momento. É essencial que a informação flua, seja compartilhada e que cada ministério possa entregar a política mais necessária à população”, explica.

O secretário nacional do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Lelo Coimbra, está no Espírito Santo acompanhando a situação das quase 11 mil pessoas que estão desalojadas ou desabrigadas.

Fonte: Ministério da Cidadania

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.