Segunda, 15 de Agosto de 2022 07:01
63 98121-2858
Brasil Executivo

Executivo da EDP Ventures Brasil recebe premiação global em evento nos Estados Unidos

Executivo da EDP Ventures Brasil recebe premiação global em evento nos Estados Unidos

05/02/2020 09h49 Atualizada há 3 anos
Por: Redação
Executivo da EDP Ventures Brasil recebe premiação global em evento nos Estados Unidos

O executivo Rosario Cannata, gestor de investimentos da EDP Ventures Brasil, corporate venture capital do Grupo EDP, companhia que atua em todos os segmentos do setor elétrico, e que controla a Investco e Enerpeixe no Tocantins, foi reconhecido durante o Global Corporate Venture Summit, realizado em Monterrey (Califórnia -- EUA), como um dos Top 50 do mundo na categoria Rising Star, que reconhece profissionais de destaque com menos de cinco anos de atuação no ramo.

A EDP Ventures Brasil é um dos quatro veículos brasileiros representados na premiação, que recebeu cerca de 20 mil candidaturas. A homenagem se deu pela performance do gestor na construção de portfólio, rapidez na estruturação do veículo de investimento da EDP Brasil, aplicação das melhores práticas globais de corporate venture capital, bem como sua carreira internacional e aspirações para o futuro.

Rosario é formado em Economia pela Universitá Bocconi de Milão, e tem experiência em M&A (Fusões e Aquisições) e Venture Capital, tendo participado de transações na Europa, Estados Unidos e Brasil.

Realizado pela Global Corporate Venturing, publicação dedicada exclusivamente às empresas que investem em capital de risco, o Global Corporate Venture Summit aconteceu de 28 a 30 de janeiro e reuniu líderes do ecossistema global de inovação corporativa.

EDP Ventures Brasil

Criada em maio de 2018, a EDP Ventures Brasil é o primeiro veículo de investimentos de capital de risco do setor elétrico brasileiro, com R$ 30 milhões destinados a startups que atuam em seis verticais: energia renovável, redes inteligentes, armazenamento de energia, inovação digital (blockchain, IoT, big data, realidade virtual), soluções com foco no cliente e áreas transversais (legal techs, fintechs, hrtechs).

Em 2019, a EDP Ventures Brasil realizou o aporte de R$ 1,5 milhão na startup Delfos, do Ceará, para o desenvolvimento de inteligência artificial aplicada à manutenção preditiva de usinas de geração de energia. Posteriormente, efetivou dois coinvestimentos com o fundo Criatec 3: o primeiro de R$ 6,5 milhões na Dom Rock, de São Paulo, que desenvolve aplicações capazes de consolidar e analisar dados de diferentes formatos para melhorar a gestão e eficiência operacional das organizações, e de R$ 4,5 milhões na Fractal Engenharia e Sistemas, de Santa Catarina, que desenvolve soluções capazes de prever eventos hidrológicos e sistemas inteligentes que auxiliam no gerenciamento de usinas hidrelétricas.

Desde 2008, os veículos de venture capital do Grupo EDP já aplicaram globalmente 37 milhões de euros, tendo hoje um portfólio de 28 startups que, juntas, empregam mais de 1.200 colaboradores e têm mais de 140 milhões de euros de receita por ano.

Sobre a EDP no Brasil

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A Companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, atua em Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia, e possui seis unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica. Em Distribuição, atende cerca de 3,5 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo, além de ser a principal acionista da Celesc, em Santa Catarina. No Brasil, é referência em áreas como Inovação, Governança e Sustentabilidade, estando há 14 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

Fonte: Kiw Assessoria

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.