Domingo, 14 de Agosto de 2022 00:42
63 98121-2858
Geral Geral

Claudia Lelis propõe comissão para visitar estações de tratamento da BRK Ambiental

Claudia Lelis propõe comissão para visitar estações de tratamento da BRK Ambiental

12/02/2020 17h15 Atualizada há 2 anos
Por: Redação
Claudia Lelis propõe comissão para visitar estações de tratamento da BRK Ambiental

A deputada estadual Claudia Lelis (PV) fez duras críticas na sessão desta terça-feira,11, à empresa BRK Ambiental e propôs a criação em regime de urgência de uma comissão especial de parlamentares para visitar pontos do Lago de Palmas e seus afluentes Taguaruçu Grande e Córrego Machado que estão sofrendo com possível emissão de esgoto in natura.  

A Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente e Conflitos Agrários – Demag esteve essa semana acompanhada de um perito criminal, e constatou a existência de grande quantidade de algas (cianobactérias) dispersa na água no trecho compreendido entre o Setor Bertaville e Condomínio Mirante do Lago.  

“Situação gravíssima foi averiguada pela polícia civil e não podemos permitir que isso aconteça e a BRK tem a obrigação de prestar esclarecimentos à população”, afirmou Lelis.

O requerimento em regime de urgência, requer a instalação de uma comissão de parlamentares para verificar os locais afetados no lago de Palmas, além de visitar as estações de tratamento. A deputada sugere também convidar representantes da câmara Municipal, Naturatins, Fundação Municipal de Meio ambiente, Ministério Público, Agencia Tocantinense de Regulação, Agência de Regulação, Controle e Fiscalização de Palmas, associação de moradores do setor Bertaville.

“Essa comissão irá visitar imediatamente os locais afetados por essas manchas verdes, vamos até a estação de tratamento, e juntos queremos ouvir os diretores da BRK Ambiental para que possam explicar o que está acontecendo, e principalmente apresentar soluções”, defendeu Lelis.

A deputada já havia inclusive apresentando requerimento na Assembleia, na semana passada, para que a BRK Ambiental apresente dados que comprovem que o esgoto não está sendo jogado no lago sem o devido tratamento.

Fonte: Assembleia Legislativa do Tocantins

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.