Sexta, 19 de Agosto de 2022 10:54
63 98121-2858
Geral Geral

Nada segura Sergio Moro

Nada segura Sergio Moro

02/03/2020 09h39 Atualizada há 2 anos
Por: Redação
Nada segura Sergio Moro

Nem mensagens roubadas, nem fake news, nem ofensas de parlamentares desqualificados. Os ataques lançados pela esquerda contra o ministro Sergio Moro parecem não surtir qualquer efeito. Moro segue imbatível com uma ótima aprovação popular. Foi o que revelou uma pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas divulgada neste sábado, 28.

Para 54,5% dos brasileiros entrevistados, o trabalho de Moro à frente do Ministério da Justiça e Segurança Pública é classificado como ótimo ou bom. Apenas 18,2% classificam como péssimo ou ruim.

Metodologia

O universo desta pesquisa abrange a população brasileira. Para a realização desta pesquisa foi utilizada uma amostra de 2.117 habitantes, sendo esta estratificada segundo sexo, faixa etária, escolaridade, nível econômico e posição geográfica. O trabalho de levantamento de dados foi feito através de entrevistas telefônicas com habitantes com 16 anos ou mais em 26 Estados e Distrito Federal e em 162 municípios brasileiros entre os dias 13 a 17 de fevereiro de 2.020, sendo auditadas simultaneamente à sua realização, 20,0% das entrevistas.

Tal amostra representativa do Brasil atinge um grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,0% para os resultados gerais. Nas análises das questões por localidade, o grau de confiança atinge 95,0% para uma margem de erro de 3,5% para o estrato da Região Sudeste, onde foram realizadas 922 entrevistas, 4,0% para o estrato da Região Nordeste, onde foram realizadas 570 entrevistas, 5,5% para o estrato da Região Norte + Centro-Oeste onde foram realizadas 319 entrevistas e 5,5% para o estrato da Região Sul, onde foram realizadas 306 entrevistas. A Paraná
Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/19.

A amostra é representativa dos moradores das áreas pesquisadas e foi selecionada em três etapas. Na primeira etapa realizou-se um sorteio
probabilístico dos municípios onde as entrevistas foram realizadas através do método PPT (Probabilidade Proporcional ao Tamanho), considerando a população com 16 anos ou mais residente nos municípios como base para essa seleção. Na segunda etapa, fez-se um sorteio probabilístico dos setores censitários, onde as entrevistas foram realizadas, através do método PPT (Probabilidade Proporcional ao Tamanho), tomando a população de 16 anos ou mais residente nos setores como base para essa seleção. Na terceira etapa, a seleção dos entrevistados dentro do setor censitário, foi feita utilizando-se quotas amostrais proporcionais, em função das seguintes variáveis: sexo, faixa etária, escolaridade e nível econômico.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.